CAMPANHA: IPTU 2018

terça-feira, 15 de maio de 2018
O Brasil é conhecido internacionalmente pelo seu potencial agricultor e uma das principais regiões que contribuem para isso é conhecida como MATOPIBA, acrônimo formado com as iniciais dos estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. A Atividade, que chegou a contribuir com mais de 23% do PIB em 2017, segundo estimativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), segue em processo de mecanização e expansão. Com previsão de boa colheita para 2018, Balsas, um dos principais polos do agronegócio na MATOPIBA, deve continuar a receber investimentos internacionais, consolidando seu potencial no ramo. Porém, com um histórico tão forte na economia, problemas relacionados à instabilidade – próprios da agricultura – precisam ser minimizados ao máximo.

“Categorias de seguros como Transportes e Safra são exemplos práticos da atuação de corretoras de seguros. Enquanto o primeiro foca, principalmente, em garantir a segurança e estabilidade ao escoamento da safra, num país tão extenso como o Brasil – seja pensando, de forma estratégica, maneiras ideais para minimizar a falta de segurança, seja solucionando problemas relacionados ao produto em si; já o segundo dá cobertura aos impactos do clima que prejudiquem a produtividade da safra”, afirma João Carlos Machnick,CEO da Atix Seguros.

Em transportes, a empresa oferece, sem ônus para o segurado, gestão de risco que vai desde a avaliação prévia da operação à proposição das melhores práticas de segurança em função da carga transportada, da rota, dentre outras, além de auditar a execução de medidas. No seguro de Safra, a corretora tem forte expertise para identificar todos os riscos a que os produtores estão sujeitos e quais são os produtos mais adequados à melhor garantia.

Outra comprovação da importância dos seguros no agronegócio é a liberação de R$384 milhões para o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). A verba possibilitará a contratação de, aproximadamente 70 mil apólices. Do total, R$ 115 milhões serão destinado à contratação de apólices para o milho safrinha, trigo e demais grãos de inverno; R$ 175 milhões para os grãos de verão (soja, milho, arroz, feijão e demais grãos); R$ 72 milhões para as frutas; R$ 1 milhão para o seguro pecuário e R$ 21 milhões para as demais culturas. Os recursos devem ser liberados entre março e novembro deste ano.

"Vale destacar que o seguro Rural é valioso instrumento das estratégias de gestão de riscos agropecuários, essencial tanto para a proteção da renda do produtor rural quanto para a manutenção da capacidade produtiva nas atividades agropecuárias. Sem dúvidas, há também aqui uma excelente oportunidade para corretores de seguros expandirem seu leque de ofertas de produtos, logicamente, tendo a primordial preocupação de se capacitarem previamente", afirma João Carlos Machnick Vieira. 

Balsas teve, segundo a Pesquisa Agrícola Municipal (PAM) do IBGE, no ano de 2016, uma produção de 234.491 toneladas de soja, o que colocou o município como o principal produtor maranhense desse grão. De acordo com a estimativa inicial do IBGE, o município teria cerca de 1.700 estabelecimentos, dos quais mais de 1.450 (84%) já foram recenseados, indicando que o número preliminar pode ser, inclusive, superado. Essas estatísticas e o investimento que deve acontecer neste ano, fazem com que cresça o potencial para negócios na região. 

0 comentários:

Postar um comentário

Hotel Pousada do Buriti

Hotel Pousada do Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Cidadão limpeza

Yes

Posseidon Hotel Ltda

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista