Assembleia Legislativa do Maranhão

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Para apresentar tratativas das demandas do turismo maranhense e validar o remapeamento dos municípios que compõem os polos turísticos do Maranhão, o Governo do Estado realiza, nesta quarta-feira (20), uma reunião com membros do Programa de Regionalização e prefeitos dos 10 polos turísticos. O encontro é coordenado pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur) e está marcado para às 8h30 no auditório do Convento das Mercês, no Centro Histórico de São Luís.

Na oportunidade, a Sectur, apresentará os resultados da gestão 2015-2018, os critérios federais e estaduais para o Remapemaneto 2019 e o diagnóstico, por região, do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo. Além disso, serão ministradas aos participantes palestras sobre o desenvolvimento e criação das Centrais de Atendimento ao Turista (CAT) e Observatórios de Turismo.

O Programa de Regionalização do Turismo é uma política pública do Ministério do Turismo, desenvolvida de forma delegada pelas Secretarias Estaduais de Turismo a fim de descentralizar a gestão dos destinos através de sua institucionalização. A equipe do projeto de Regionalização segue com a entrega da documentação necessária para que os municípios integrem o novo Mapa do Turismo Brasileiro de 2019.

A programação conta, também, com apresentação cultural, visita aos Museus do Palácio dos Leões e do Reggae e CAT do Espigão Costeiro.

Fonte: Sectur 
Unidade do HU-UFMA conquistou credenciamento por cumprir todos os critérios que o Ministério da Saúde exige


O Hospital Universitário da UFMA, vinculado à Rede Ebserh, está entre as três maternidades recertificadas no Maranhão como Hospital Amigo da Criança. O resultado da avaliação trienal realizada pelo Ministério da Saúde foi divulgado na última sexta-feira, 15, durante reunião na Unidade Materno Infantil.      

A visita das avaliadoras foi realizada em dezembro de 2018 com o objetivo de reavaliar as práticas que estão sendo desenvolvidas. São elas: respeito aos dez passos para o sucesso do aleitamento materno, se o hospital está em conformidade com o Código Internacional de Substitutos do Leite Materno – Lei 11265/2006 (NBCAL), com Cuidado Amigo da Mulher (CAM) e com a permanência da mãe ou do pai e acesso livre de ambos junto ao recém-nascido (PRN). A comissão passou dois dias conferindo de perto a situação em que o hospital se encontra em relação ao que estabelece a Iniciativa Hospital Amigo da Criança- IHAC, fazendo entrevistas com profissionais de saúde, gestantes, mães da UTI neonatal e puérperas.

O hospital conquistou com êxito o recredenciamento por cumprir todos os critérios que o Ministério da Saúde exige, entre eles, os treinamentos para a equipe profissional, os monitoramentos, realização das auto avaliações anualmente, entre outros. A recertificação é válida por três anos.

O presidente do Comitê da IHAC no HU-UFMA, Christyann Lima, destacou que para a sociedade os ganhos são bem maiores no que diz respeito a contínua qualidade do serviço prestado. “Com as práticas incentivadas pela IHAC conseguimos reduzir os índices de mortalidade tanto infantil quanto materna, o que ajuda na melhoria dos indicadores de saúde, principalmente os relacionados ao aleitamento materno”. Lima acrescenta ainda que o monitoramento da política vai continuar sendo realizado, com a formação de um novo comitê que dará continuidade as boas práticas que já vem sendo cumpridas pelo hospital.  

A Iniciativa Hospital Amigo da Criança – IHAC – foi idealizada em 1990 pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo UNICEF para promover, proteger e apoiar o aleitamento materno. O objetivo é mobilizar os funcionários dos estabelecimentos de saúde para que mudem condutas e rotinas responsáveis pelos elevados índices de desmame precoce. Hoje, atua também no incentivo ao Cuidado Amigo da Mulher.

O HU-UFMA recebeu da Unicef em 1999 o título de Hospital Amigo da Criança, desde então, adota os 10 passos para o sucesso do aleitamento materno. O hospital Universitário atua também no incentivo ao Cuidado Amigo da Mulher, que inclui boas práticas no parto e no nascimento.   

A reunião contou com a participação da chefe da Divisão de Gestão do Cuidado, Milady Cutrim (representando a gestão do hospital), do presidente do Comitê da IHAC, Christyann Lima e demais membros do Comitê, do chefe da Humanização, José Neres de Souza e duas representantes da Secretaria de Saúde do Departamento de Atenção à Saúde e ao Adolescente- DAST e o Departamento de Saúde da Mulher, Tayara Costa Pereira e Ana Lúcia Carvalho Chaves.

Sobre a Ebserh

Desde janeiro de 2013, o HU-UFMA é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte: Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão

Voltado para o atendimento às crianças com deficiências e suas famílias, equipamento integra a política de assistência social da gestão do prefeito Edivaldo; uma manhã de atividades marcou o aniversário de um ano da instituição


O Centro-Dia Infantil, uma iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, completou nesta terça-feira (19), um ano de funcionamento. A instituição,que presta atendimento socioassistencial a crianças com deficiência, promoveu uma manhã de atividades em celebração à data e também para comemorar os avanços conquistados. As atividades comemorativas foram prestigiadas pela primeira-dama, Camila Holanda, e pela secretária municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Andréia Lauande. Na ocasião, foi apresentado um balanço das atividades executadas no primeiro ano da instituição, que se destaca com um dos primeiros do país implantado com essa finalidade. A ação é coordenada pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) em parceria com o Centro Educacional São José Operário.

O equipamento integra a política de assistência social desenvolvida pela gestão do prefeito Edivaldo, voltado para o apoio às famílias com crianças com microcefalia e outras deficiências. No Centro, as famílias aprendem a prática do cuidado consigo e com as crianças, descobrem as potencialidades de seus filhos e também podem ter acesso a programas sociais e benefícios da rede social à qual o equipamento está integrado.

A primeira-dama, Camila Holanda, destacou a importância da instituição para o fortalecimento da política de Assistência Social desenvolvida na gestão do prefeito Edivaldo. "Estamos comemorando o primeiro ano de atividades do Centro-Dia Infantil, uma iniciativa inovadora e que veio em um momento extremamente importante em apoio socioassistencial às crianças com deficiência e suas famílias. Mais uma importante ação executada na gestão do prefeito Edivaldo. Estamos muito felizes com todo o trabalho que é desenvolvido aqui e o resultado tem sido gratificante, pois sentimos a boa receptividade das famílias em participar desse projeto tão importante de orientação, atenção e acolhimento", afirmou Camila Holanda.

Para celebrar o primeiro ano de atividade da Casa, as crianças e suas famílias participaram de uma manhã de interação social com apresentações circenses feitas por crianças participantes do programa Circo Escola, com pintura facial e outras brincadeiras visando à socialização dos envolvidos. Houve ainda o ato simbólico de corte de bolo para comemorar a data.

A secretária municipal da Criança e Assistência Social, Andréia Lauande, ressaltou o caráter social da instituição. "Quero destacar que o Centro-Dia é o primeiro equipamento público no Brasil implantado com esse viés de orientar as famílias que possuem crianças com deficiência, para que não tenham seus direitos violados. O prefeito Edivaldo tem um grande carinho por esse projeto, por entender a magnitude de sua importância e o enorme alcance social da iniciativa", observou Andréia Lauande.

Segundo a secretária, o grande diferencial do Centro-Dia Infantil é o acolhimento, a atenção especial e a articulação com as diferentes políticas assistenciais para a garantia de seus direitos. "Aqui as famílias sentem que não estão sós e sabem que podem encontrar todo o suporte e a orientação necessária para promover a autonomia de seus filhos, além de promover o fortalecimento de vínculos familiares", frisou Andréia Lauande.


Na cerimônia comemorativa foi apresentado o balanço das ações desenvolvidas no primeiro ano de implantação do Centro-Dia Infantil, que atende atualmente 21 crianças, na unidade localizada na Cidade Operária. Nesse primeiro ano de atividades da Casa, as equipes realizaram quase 50 ações de busca ativa, 107 visitas domiciliares a residências de pessoas com deficiência e houve 112 demandas espontâneas em busca dos serviços desenvolvidos pela instituição.

"Além desse trabalho mais técnico com vistas à acessibilidade, inclusão e participação social, realizamos também dezenas de atividades de entretenimento e lazer, destinadas à promoção do fortalecimento de vínculos, da afetividade e da socialização dessas crianças e suas famílias", ressaltou a coordenadora geral da instituição, Maiany Sousa.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

O equipamento é fruto de parceria firmada entre a Semcas e o Instituto Pobres Servos da Divina Providência, contando com cofinanciamento dos governos federal, estadual e municipal. O equipamento é voltado ao atendimento de crianças de 0 a 6 anos com deficiência, prestando atendimento na área da Assistência Social. O espaço é dotado de total estrutura, onde os serviços são prestados por uma equipe multidisciplinar, capacitada e diferenciada, composta de assistentes sociais, psicólogos, terapeutas ocupacionais, profissionais da competência da Assistência Social, além de cuidadores e auxiliares de cuidadores.


Presentes à cerimônia de comemoração do primeiro ano de fundação da instituição, Gilberto e Danilma Diniz, pais do pequeno João Pedro, 3 anos, uma das crianças atendidas pela Casa, relataram a satisfação de participar do projeto. "Eu fico até emocionada de falar o quão felizes somos em contar com essa iniciativa tão importante para todos nós, que temos filhos com microcefalia. O melhor de tudo foi constatar que não estamos sós e que aqui podemos contar com uma equipe altamente preparada e sempre disposta a nos orientar em todos os aspectos que dizem respeito aos cuidados com nosso filho", disse Danilma Diniz.

A família dos meninos Benjamin, 5 anos, e Artur, 9 anos, ambos com microcefalia atendidos pelo Centro-Dia Infantil, também participa ativamente de todas as atividades promovidas pela instituição. A mãe dos garotes, Ana Amélia Cutrim, relata os benefícios conquistados por seus filhos após integrarem-se às ações da Casa. "São nos pequenos detalhes que percebemos o quanto esse serviço foi crucial para o desenvolvimento dos meus filhos e, também para nos proporcionar mais tranquilidade nos cuidados com eles. Meus filhos adoram participar das atividades aqui, o que lhes possibilitou desenvolver bastante a sociabilidade e a alegria de viver", pontuou ela.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Os resultados dos investimentos realizados pelo Governo do Maranhão nos últimos quatros anos, para elevar a qualidade do ensino público oferecido aos maranhenses, já têm sido observados nas centenas de estudantes aprovados em diversas instituições de ensino superior espalhadas em todo o país. É o caso do estudante João Victor Castro Silva, 17 anos, aprovado em 1º lugar para o curso de Medicina da Universidade Federal do Piauí (UFPI), campus Ministro Reis Velloso, em Parnaíba (PI).

João Victor é um dos sete estudantes do Centro de Ensino Joaquim Soeiro de Carvalho, na cidade de Barreirinhas, aprovados para cursar o ensino superior em grandes instituições nacionais. O estudante atribui o bom desempenho nas provas da UFPI ao novo modelo de avaliações propostas pela Rede Estadual.

“O novo modelo de prova do Estado para mim foi muito interessante, porque ele proporcionou uma interação mais prática com a prova do Enem, tendo em vista que, as provas eram feitas com base em provas de anos anteriores e isso facilitou muito a nossa adequação à linguagem. O papel da metodologia da escola, para mim, foi o que mais contribuiu”, afirmou João Victor Castro.

O estudante é um dos destaques do CE Joaquim Soeiro de Carvalho e conta que a escolha por Medicina, para a carreira profissional, nem sempre foi uma prioridade. “Eu já quis ser bombeiro, depois já quis fazer direito, ser juiz federal, e depois eu queria ser antropólogo e cineasta, de qualquer modo o que o mais me atenho é a estudar o comportamento humano e as causas desse comportamento ser da forma que é. Acredito que a Medicina pode me proporcionar uma perspectiva diferente desse estudo”, conta.

Para essa escolha, João Victor afirma que o apoio e assistência dos professores do Centro de Ensino foram determinantes. “Tive dois professores que foram extremamente importantes nesse sentido, o professor Nilson, que era meu professor de Filosofia, e o professor Daniel, que foi meu professor de Sociologia, eles me ajudaram muito a escolher aquilo que eu queria, sem perceber, porque eles não sabiam, mas a forma com que eles praticavam as suas aulas e mostravam a visão do mundo antropológico, sociológico e filosófico, fez com que eu tivesse essa adesão às matérias”, diz ele.

O excelente desempenho do estudante no Enem – João pontuou 920 na temida redação do Exame – e consequente aprovação para um dos cursos mais concorridos do país é, também, comemorado pelo gestor geral do CE Joaquim Soeiro de Carvalho, Alberto Amorim.

O gestor reitera que a escola e esse modelo de ensino proposto pelo Governo do Maranhão, com a promoção periódica de simulados, revisões, oficinas e avaliações externas, tem proporcionado que mais estudantes tenham destaque em renomadas Instituições de Ensino Superior (IES) e consigam, através da educação, mudar suas histórias de vida.

“É um orgulho e nos sentimos satisfeitos com a vitória do aluno João Victor. Nos deixa felizes em saber que a escola pública vem fazendo o seu papel perante a sociedade, preparando o cidadão para a vida. São os rumos de quem acredita em sua capacidade de chegar onde quer”, afirma Alberto Amorim.

Orgulho e satisfação também compartilhados por João Batista, pai de João Victor, que agradece pelo apoio que o estudante sempre recebeu dos professores e da gestão do Centro de Ensino. Ele espera que o filho consiga alcançar voos ainda mais altos na carreira médica.

“É uma dádiva de Deus ter um filho formado em Medicina, algo que parecia tão distante, mas que sempre acreditamos que daria certo. Agradecemos muito a todo o acompanhamento dos professores do Joaquim Soeiro. Meu filho sempre teve foco nos estudos e isso nos orgulha muito. Sempre farei tudo para que se forme um médico bem sucedido e preste um serviço humano para a população que tanto precisa”, salientou João Batista.

Fonte: Educação 

São Luís - O Sebrae no Maranhão reuniu um grupo de cerca de 20 micro e pequenas empresas para apresentar a Rede Nacional Comércio Brasil. Na ocasião, foram apresentadas as normas, critérios, soluções e casos de sucesso nacionais e locais.

Segundo o gerente da Unidade Regional Metropolitana, João Martins, a iniciativa serviu para promover o programa e seus resultados. "Reunimos MPEs que são clientes do Sebrae e que tem potencial de mercado. Algumas já foram atendidos pela Rede Nacional Comércio Brasil e outras podem ter bons resultados ao estar dentro da rede. Essa é uma solução desenvolvida pelo Sebrae e que já deu excelentes resultados no Maranhão, inclusive apoiando empresas maranhenses que estão fornecendo produtos para outros estados e até para o exterior", explicou Martins.

Para o empresário Klauber Andrade, que tem uma indústria de calçados em São Luís que está operando há 3 meses, a maior vantagem da iniciativa é que se trata de uma rede. "O programa agrega valor por ser uma rede e é muito interessante para uma marca nova essa conectividade, que nos proporciona acesso a novos mercados", comentou Andrade.


Outro empresário que esteve na ação foi Alexsandro Septímio, que tem uma empresa de comunicação visual. "Estava no Comércio Brasil e vou continuar na Rede porque a iniciativa ajudou a vender e a gerar negócios, me fez ver novos horizontes. Não tinha como não dar continuidade", assegurou.

REDE

A Rede Nacional Comércio Brasil tem o propósito de gerar oportunidade de negócios com vista a atender as necessidades do mercado local, nacional e internacional contribuindo para a inversão de compras no Maranhão.

No ano passado, a Rede Nacional Comércio Brasil levou empresários maranhenses a 28 eventos de mercado, como feiras, rodadas de negócios, exposições e eventos setoriais.

Em todos o estado, o Sebrae já identificou 233 empresas dos segmentos de alimentos e bebidas, moda, agronegócios e diversos com potencial para estar no Comércio Brasil. "Estas empresas estão espalhadas por todo o estado e serão atendidas pelas unidades regionais. A Rede proporciona uma interação entre empresas que geram negócios, alguns surpreendentes", explicou a gerente de mercado e inovação, Keyla Pontes.

O público conhecerá a estética cinematográfica do diretor estreante Fernando Braga.


A Rodapé Produções Artísticas realizará a primeira mostra de cinema com o slogan ‘Vivo de Cinema’, no próximo dia 11 de março, às 20h, no Cine Lume (avenida Colares Moreira, s/n, Ed. Office Tower - Renascença II), em São Luís/MA. Será um espaço dedicado a exibição de obras inéditas produzidas por cineastas  maranhenses. O público terá a oportunidade de conhecer a estética cinematográfica do diretor estreante Fernando Braga.

Para projetar mais luz na tela grande durante o primeiro dia da mostra terá ainda a exibição do curta metragem “Meu Preço’, do premiado diretor japonês Hsu Chien. Os curtas do diretor estreante que serão exibidos são ‘Nice’ (2018. Fic/MA. 7’), ‘Punga’ (2018. Doc/MA. 12’) e ‘Sopa’ (2019. Fic/MA. 10’). Em ‘Sopa’, Fernando Braga conta a história de Raquel, uma mulher solitária que, entre o passado e futuro, busca alimentar sua juventude no prazer de possuir o outro.


Com direção de Fernando Braga, o curta tem roteiro de Eça de Queiroz. A produção é de Ione Coelho e a direção de fotografia é assinada por Paulo Malheiros. Com maquiagem de Carlos Maranhão, o filme teve montagem feita por Aléssio Rissato. A classificação indicativa é 16 anos.

Saiba Mais

Programação


1.    Nice (2018, FIC, MA, 7’). Classificação indicativa: 16 anos

Sinopse: Todos as noites NICE, uma ex-prostituta  presa ao passado vai em busca do seu amado e seus amigos ajudam a sonhar com esse encontro.

Direção: Fernando Braga; Produção: Deyves Paulo; Direção de fotografia: Paulo Malheiros

Roteiro: Mesquita Leite; Direção de arte: Deyves Paulo e Carlos Maranhão; Maquiagem: Carlos Maranhão; Montagem: Aléssio Rissato; Elenco: Ione Coelho,  Jeferson Placido, Marcos Domiici, Edilson Brito, Eduardo Reis, Ivone Coelho, Jeyse, Diana Mattos

Classificação indicativa: 16 anos



2.    Punga (2018, DOC, MA, 12’) Classificação indicativa: 10 anos

Sinopse: O curta mostra a riqueza e a resistência do Tambor de Crioula, uma das maiores expressões de matriz africana da cultura popular do Maranhão.

Direção: Fernando Braga; Roteiro: Ione Coelho; Produção Executiva: Ronny Meirelles; Direção de fotografia: Paulo Malheiros; Maquiagem: Carlos Maranhão; Montagem: Aléssio Rissato



3.    Sopa (2019, FIC, MA, 10’) Classificação indicativa: 16 anos

Sinopse: Entre o passado e o futuro, Raquel, uma mulher solitária busca alimentar sua juventude no prazer de possuir o outro.

Direção: Fernando Braga; Roteiro: Eça de Queiroz; Produção Ione Coelho; Direção de fotografia: Paulo Malheiros; Maquiagem: Carlos Maranhão; Montagem: Aléssio Rissato



4.    Meu Preço (2018, FIC, RJ, 10’) Classificação indicativa: 14 anos

Sinopse: Morena se une às suas amigas para mais uma noite de rotina e de luta pela sobrevivência. Porém, ao se deparar com um cliente novo, ela coloca o seu passado à prova.

Direção: Hsu Chien; Roteiro:Fabrício Santiago eFelipe Cabral; Fotografia:Arthur Sherman

Arte e Figurino:Eder Ferreira; Trilha Sonora: Ferando Aranha; ELENCO: Fabrício Santiago, Luciano Quirino, Valéria Houston, Mulher Pepita, Cico Caseira, Ethyenne Marques, Ava Simões, Rodrigo Bruno, Alexandre Rosa e Rafael Bezerra


Todos os convênios investigados pela Polícia Federal são das gestões dos presidentes petistas Lula e Dilma Rousseff. Desde 2012, o Ministério do Turismo não celebra nenhum convênio com a iniciativa privada, apenas com órgãos públicos. 

A atual gestão do Ministério do Turismo não assinou nenhum convênio até o momento. Além disso, a Pasta já havia determinado uma auditoria completa em todos os instrumentos de repasse antes mesmo de tomar conhecimento da investigação da Polícia Federal, ação que resultou no cancelamento de um contrato no valor de R$ 1 milhão. 

O Ministério do Turismo não é alvo das buscas e apreensões da Operação Fantoche e está totalmente à disposição para colaborar com a investigação.


Pousada do Buriti

Yes

Duvel