Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão

terça-feira, 23 de maio de 2017
CHAPADINHA - O Centro de Ciências Agrárias e Ambientais da Universidade Federal do Maranhão (CCAA), Câmpus de Chapadinha, realizará, do dia 1º a 6 de junho, a VIII Semana do Meio Ambiente. Nessa edição, o evento ocorrerá em Chapadinha, Belágua e Santana do Maranhão.

De acordo com o organizador geral, Mabson Santos, integrante do Grupo de Pesquisa Educação, Cultura, Sociedade e Políticas Públicas da UFMA, o evento busca destacar a importância em falar sobre a agricultura sustentável, produtos saudáveis e a conservação dos recursos naturais, sem comprometer os níveis tecnológicos já alcançados de segurança alimentar dos indivíduos.

O projeto já ocorre há oito anos, cujo público-alvo são agricultores e alunos da rede privada e pública dos municípios participantes. O evento se estende pelos municípios de Belágua, nos dias 1º e 2 de junho, Santana do Maranhão, entre 3 e 4 de junho, e no Câmpus de Chapadinha, nos dias 5 e 6 de junho, onde serão debatidas as questões sociais e ambientais recorrentes aos recursos naturais e à sua conservação. 

Para acompanhar a demanda de passageiros, que deve aumentar com a chegada das férias de julho, as companhias aéreas brasileiras terão mais de dois mil voos extras nos próximos meses.

A Azul terá 150 voos extras para a Bahia entre 1º a 31 de julho, chegando em Salvador, Porto Seguro, Ilhéus e Valença (Morro de São Paulo) e saindo de Belo Horizonte e São Paulo (Campinas), principais hubs da companhia. O aeroporto de Goiânia também terá ligação direta com a capital baiana três vezes por semana durante o período.

Na Avianca o reforço será de 296 voos extras ligando São Paulo (Guarulhos) a Fortaleza, Maceió, Recife e Salvador, entre os dias 30 de junho e 5 de agosto.

Na Gol, a alta temporada de inverno começa na primeira semana de julho e termina no dia 16 de agosto. Serão 1.800 voos em 34 aeroportos nacionais, também com foco nos destinos no Nordeste, principalmente em Fortaleza e Salvador, além de Brasília e São Paulo (Congonhas e Guarulhos).

No mercado internacional, a companhia terá voos extras para América Latina e Caribe nas rotas tradicionais da empresa, além de novas, que farão a ligação direta entre Rio e Mendoza, na Argentina, e de Salvador para Montevidéu, no Uruguai. Voos extras para Buenos Aires também serão oferecidos, saindo de Fortaleza, Natal e Recife.

Já a Latam informou, em nota, que "planeja operar cerca de 900 voos extras no mês de julho para atender a demanda da próxima alta temporada", mas não forneceu maiores detalhes.


Com a participação de 55 buyers e 60 supplyers, tem início nesta sexta-feira, 26, mais uma edição da BNT Mercosul. Neste ano, a 23ª edição o modelo será mantido com o mesmo formato da última edição. Realizado no Centrenventos de Itajaí  o evento deve reunir mais de 6 mil profissionais vindos países como Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Estados Unidos, Santa Lúcia, Itália e República Dominicana distribuídos em mais de 100 estandes. Há novos expositores como Cuba. A feira vai funcionar das 15h às 20h, no Centreventos Itajaí.

Paralelo à feira acontecem as Rodadas de Negócio no Business Center,em Balneário Camboriú, que esse ano será realizado num grande salão com agendamentos prévios. Segundo Geninho Goes, coordenador junto com Jair Pasquini, já estão confirmados 3.300 agendamentos, recorde absoluto. “Isso comprova o interesse pelo evento. E vamos divulgar também os atrativos do estado, pois temos já oito famtours a mais do que no ano passado” ressaltou. As rodadas acontecem das 8h30 às 13h30.

Outro atrativo são as capacitações que vão acontecer entre 16h e 19h. Estarão divulgando seus produtos e destinos o Maranhão, Rio Grande do Norte, Beto Carrero World, Costa Verde Mar, Unipraias, Mato Grosso, Bahia e Minas Gerais. Na programação paralela estão previstos ainda um almoço do Clube do Feijão Amigo, um evento no Infinity Blue e a festa de encerramento no Beto Carrero. No dia 26 pela manhã, agentes e jornalistas participam de uma visita técnica ao Centro Eventos Camboriú com a participação do secretário Leonel Pavan.

Informações sobre o evento podem ser obtidas pelo portal: www.bntmercosul.com.br


Programa Turismo Acessível foi discutido durante o 1º Congresso Internacional “Inclusion” em Porto de Galinhas (PE)

A praia de Porto de Galinhas, município de Ipojuca (PE), é um exemplo de inclusão de pessoas com deficiência através do turismo. Os cadeirantes moradores ou visitantes encontram na ONG Rodas da Liberdade apoio para banho assistido em cadeiras anfíbias, rampa de acesso e esteira para deslocamento dos banhistas com deficiência ou mobilidade reduzida na areia da praia. Nos dias 19 e 20 de maio, autoridades, gestores públicos e militantes dos direitos das pessoas com deficiência se reuniram no balneário para participarem do 1º Congresso Internacional “Inclusion”.

O evento teve como objetivo disseminar conhecimentos, identificar e expor produtos e serviços para as demandas das pessoas com deficiência. Os participantes também discutiram temas como empregabilidade, empreendedorismo, tecnologias assistivas, reabilitação e inclusão social do segmento.

O Ministério do Turismo esteve presente ao congresso com estande e também com a participação da Coordenadora Geral de Turismo Responsável da Pasta, Isabel Barnasque, que fez palestra sobre o Programa Turismo Acessível. O MTur executa e articula com parceiros, gestores públicos e grupos organizados, ações e debates que visem à acessibilidade nos atrativos e prestadores de serviços.

Um exemplo é a cartilha “Dicas para atender bem turistas com deficiência”, destinada aos prestadores de serviços turísticos e gestores, com informações gerais e dicas práticas sobre como atender bem este importante público consumidor, afim de tornar o turismo uma experiência agradável e segura para todos.

Isabel Barnasque destacou que o Ministério do Turismo trabalha a acessibilidade com o objetivo de promover a inclusão social e o acesso deste público à atividade turística, de modo a permitir o alcance e a utilização de serviços, edificações e equipamentos turísticos com segurança e autonomia.

A principal ferramenta deste programa é o Guia Turismo Acessível, portal colaborativo onde é possível cadastrar-se para avaliar e consultar a acessibilidade de pontos turísticos, hotéis, restaurantes, parques e atrações diversas, bem como, incluir novos empreendimentos para que sejam avaliados. As avaliações também podem ser realizadas pelo aplicativo para smartphones "Turismo acessível".

A Organização Mundial do Turismo (OMT) estima que 1,2 bilhão de pessoas viajam anualmente a turismo. A acessibilidade é fundamental para se cumprir a premissa de que o turismo é para todos. A Lei Geral do Turismo traz como um dos objetivos da Política Nacional de Turismo "democratizar e propiciar o acesso ao turismo no País a todos os segmentos populacionais, contribuindo para a elevação do bem-estar geral". Um dos intuitos do Plano Nacional de Turismo é promover a incorporação de segmentos especiais de demanda ao mercado interno, em especial os idosos, os jovens e as pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

No primeiro quadrimestre do ano a movimentação de soja foi 76% acima do planejado e 30% maior do que o registrado no mesmo período de 2016

O Porto do Itaqui registrou em abril recorde de movimentação de soja para um único mês, com 1,1 milhão de toneladas. No acumulado do quadrimestre (janeiro a abril) o aumento é de 72% em relação ao planejado para o período, e de 30% em relação ao mesmo período do ano passado, o que significa 464 mil toneladas a mais nesses primeiros quatro meses. A importação de fertilizantes também superou as expectativas no quadrimestre, com 51% de alta sobre o planejado e 48% a mais em relação ao mesmo período de 2016. 

Além dos resultados operacionais positivos, Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), gestora do Itaqui, também segue com números positivos na saúde financeira. O lucro líquido do quadrimestre fechou em R$ 18,7 milhões, acima da previsão orçamentária e 6% maior que o resultado alcançado no mesmo período de 2016. A receita operacional bruta ficou 15,3% acima do previsto e cresceu 9,3% sobre o mesmo período do ano passado. A margem EBITDA (indicador financeiro que mede a rentabilidade) fechou em 43,2% no acumulado até abril.

Foram movimentadas 5,2 milhões de toneladas de cargas nesses quatro primeiros meses do ano, resultado 5% acima do planejado. No comparativo com o mesmo período de 2016, as operações com melhores resultados são a importação de fertilizantes, que subiu 49%; as exportações de celulose (+31%) e de soja (+19%).   

Esses números confirmam as previsões de forte crescimento na movimentação de grãos, sobretudo, em função da expectativa de safra recorde em vários estados produtores e consolidam o Itaqui como o principal porto para escoamento de grãos do Arco Norte do país. Também é esperada uma evolução na importação de derivados de petróleo, já que a Petrobras abriu o mercado para traders.

Canteiro de obrasAo mesmo tempo em que atinge recordes operacionais e financeiros, a EMAP segue o cronograma de obras iniciado nos primeiros dias do ano, com investimento total de R$ 38 milhões, entre recursos próprios (R$ 33 milhões) e privados (R$ 5 milhões). São serviços de infraestrutura, segurança e ampliação previstos no Plano de Investimentos da Emap anunciado pelo governador Flávio Dino em janeiro de 2016.

A primeira obra desse plano a ser concluída foi a requalificação do Cais de Ribamar, no valor de R$ 2.335.238,72. Entregue em março deste ano, a obra gerou 90 empregos diretos e indiretos e o novo cais agora conta com 4.600 metros quadrados de área construída que incluem ponte e píer adequado às embarcações que utilizam o local, um novo sistema de iluminação – com lâmpadas led e projetores, pavimentação e recuperação estrutural.

Também estão contemplados no plano as obras de revitalização do sistema de combate a incêndio (berço 100 a 108); instalações complementares para operacionalização do berço 108 (sistemas elétrico, sanitário e dutagem); pátio de contêineres e instalação de moderno CCO; construção de unidade de segurança pública, nova cobertura da Receita Estadual e melhorias no acesso principal do Terminal da Ponta da Espera; novo sistema de iluminação da área primária; novo terminal do Cujupe (terminal aquaviário/ferryboat), além de melhoria no acesso de veículos e pessoas.

“A área primária de um porto, considerada o coração das operações, é um espaço que funciona 24 horas e necessita de constantes investimentos em infraestrutura. Por isso o nosso planejamento estratégico contempla preferencialmente obras estruturantes voltadas à melhoria em segurança e eficiência de nossas operações”, afirma o presidente da EMAP, Ted Lago. 

Passada a etapa de ajuste nos primeiros dois anos da gestão, 2017 é o momento de ampliar investimentos. Serão 255 milhões em recursos próprios e mais de R$ 1 bilhão em recursos privados e do Governo Federal nos próximos dois anos. Dentro desse prazo está prevista a realização de dois grandes projetos: um terminal de cargas gerais, para operações com celulose e um terminal de fertilizantes – do programa de licitação do Governo Federal. Também será construído um berço de carga geral, pátio de contêineres e sistema de combate a incêndio, todos com recursos próprios. 

BOXDiferencial Além das vantagens geográficas que possui – um dos portos mais profundos do Brasil e sua proximidade com os principais mercados internacionais – o Porto do Itaqui tem conexão intermodal com três ferrovias: Carajás, Norte-Sul e Transnordestina e está localizado na região conhecida como Matopiba, que abrange territórios no Maranhão e estados vizinhos do Tocantins, Piauí, Bahia e nordeste do Mato Grosso. 

Nesse cenário o Itaqui surge como opção estratégica para escoar a safra de soja, farelo de soja e milho de todo um território que até então escoava a maior parte da safra pelos portos do Sudeste ou Sul do Brasil. E também tem importância na distribuição de combustíveis para o Maranhão e toda a sua área de influência.

Uma das estratégias para atrair novos negócios nesses mercados é a presença nas principais feiras de negócios. Nos quatro primeiros meses do ano o Porto do Itaqui esteve em três dos mais importantes eventos dos setores logístico e produtivo, começando pela Intermodal South America, em São Paulo, a maior feira de logística, transporte e comércio exterior da América Latina. 

Em âmbito regional e estadual, respectivamente, o porto maranhense teve estande na Agrotins, considerada a maior feira agrotecnológica do MATOPIBA, realizada em Palmas (TO); e na Agrobalsas, que reuniu neste mês os principais produtores maranhenses que contribuem para o desenvolvimento do corredor de exportação do Arco Norte.
Durante encontro realizado em Buenos Aires, Argentina, grupo também discutiu propostas de desoneração de equipamentos para parques temáticos

O secretário-executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, representou o Brasil na última sexta-feira (19) durante a XVIII Reunião de Ministros do Turismo do Mercosul realizada em Buenos Aires, Argentina. Na pauta do encontro, debates sobre a oficina de promoção Turística do Mercosul no Japão, a promoção turística conjunta em mercados distantes, o projeto de harmonização de estatísticas turísticas, cruzeiros, circuitos turísticos integrados e parques temáticos.

“Foi uma reunião extremamente produtiva pois permitiu que avançássemos na discussão de temas importantes para o fortalecimento de toda a região do Mercosul, como a redução da alíquota do imposto de importação para os equipamentos destinados aos parques temáticos”, destacou o secretário Alberto Alves. Ainda em relação ao setor de parques, a comitiva brasileira tratou sobre a definição dos equipamentos como bens de capital.

Outra pauta discutida foi o roteiro jesuítico que integra Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai. O itinerário começa em Assunção, capital do Paraguai, passando por pontos como a sede real do governo, museus, igrejas e demais pontos de trabalho de artesão locais. Chegando na Argentina, por meio da cidade de Posadas, o roteiro inclui visita nas ruínas das missões mais importantes no país, incluindo San Ignacio Mini, fundada pelo padre jesuíta San Roque González de Santa Cruz, no início do século XVII. No Brasil, o itinerário abrange as Cataratas do Iguaçu e o município de Missões. A ideia é que a rota receba a benção do Papa Francisco para que seja declarado como de "interesse mundial para o turismo religioso".

O roteiro é baseado no percurso feito pelos padres jesuítas na América do Sul. Todo o trajeto poderá ser percorrido em aproximadamente um mês pelos turistas. Para promover e estruturar todo o roteiro, os países vão entrar com um projeto no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para captar um financiamento de US$ 100 milhões.

Nova Iorque ficou um pouco maranhense com o sucesso do lançamento na Saphira & Ventura Gallery em Manhattan, da mostra "Between The Sky & The Earth" do fotógrafo maranhense Meireles Jr. na última quarta - feira (17.05).

Viabilizada graças ao patrocínio do Grupo Potiguar via Lei Estadual de Incentivo à Cultura, a mostra "Entre o Céu e a Terra" revelou as belezas maranhenses ao público internacional, nessa que é uma das cidades mais cosmopolitas e interessada em artes do mundo.  

De São Luís, o casal de patrocinadores do evento, Fabíola e Marcelo Brasil juntamente com a filha arquiteta Natália Brasil foram prestigiar o evento, e testemunharam o sucesso do trabalho de Meireles junto ao exigente público de NY. Arte sem fronteiras, a fotografia forte e primorosa do maranhense não apenas revela cenas, mas desperta os sentidos.

Foto: O fotógrafo Meireles Jr. entre os patrocinadores desse evento internacional, Fabíola, Marcelo e Natália Brasil, do Grupo Potiguar.

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

SEGURANÇA

Rádio Timbira

Gelu's

Gelu's

Yes

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista