Mais Obras

terça-feira, 22 de agosto de 2017
O produtor cultural e DJ, Ademar Danilo, diretor do Museu do Reggae do Maranhão, afirma que o Museu do Reggae será entregue ainda este semestre. Fala, também, das parcerias e intercâmbios com a Jamaica. Confira!

JORNAL CAZUMBÁ - Recentemente, viajaste com o secretário de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), Diego Galdino, para a Jamaica. Vocês foram à convite de alguém?  Tiveram algum apoio?

ADEMAR DANILO - Viajamos por iniciativa própria. O Governador Flávio Dino avaliou que seria importante construir relações do Maranhão com a Jamaica e pra lá mandou uma missão oficial formada pelo Secretário de Estado de Cultura e Turismo, Diego Galdino, e por mim, Ademar Danilo, então Diretor do Museu do Reggae do Maranhão.

JORNAL CAZUMBÁ - Qual foi o objetivo dessa viagem?

ADEMAR DANILO - Os principais objetivos foram dar a conhecer aos jamaicanos o Movimento Reggae do Maranhão e buscar convênios, acordos e intercâmbios culturais bilaterais.

JORNAL CAZUMBÁ - Tem como vender São Luís como destino do reggae para os jamaicanos?

ADEMAR DANILO - Não é essa nossa intenção. A Jamaica tem uma política de Turismo eficiente e recebe visitantes em quantidade maior que o dobro de sua população. Grande parte do fluxo turístico é relacionado ao reggae. Se conseguirmos associar a imagem São Luís com alguma ligação com a Jamaica, já seremos bem sucedidos.

JORNAL CAZUMBÁ - E quando será entregue o Museu do Reggae do Maranhão?

ADEMAR DANILO - O Museu do Reggae será inaugurado ainda este ano e ficará integrado às casas de cultura da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur). A reforma física do local está quase pronta. Estamos cumprindo prazos de licitações. Serão 397 metros quadrados de área para o visitante. O ambiente oferecerá recursos tecnológicos, linha do tempo, recursos audiovisuais, história das radiolas, objetos característicos do reggae desde os antigos até os mais modernos e um espaço exclusivo para homenagear Bob Marley.

JORNAL CAZUMBÁ - O acervo será local ou importado?

ADEMAR DANILO - O Maranhão tem história suficiente para termos acervo daqui mesmo. No entanto, uma das grandes vitórias dessa viagem foi estabelecer relações com o Museu Bob Marley, Museu Peter Tosh e Museu da Música da Jamaica. Todos emprestarão acervos para o Museu do Reggae do Maranhão.

JORNAL CAZUMBÁ -  A comunidade de São Luís ganha o quê com o museu do reggae?

ADEMAR DANILO - O impacto turístico e cultural do Museu do Reggae é imenso. São Luís, que já é conhecida como “Jamaica Brasileira” será ainda mais referenciada. O anúncio do Museu mobilizou atenções mundo afora. A BBC de Londres, a mais tradicional emissora de rádio e TV do mundo, enviou seu correspondente para cá. No início deste mês, a CNTG, da China, levou ao ar matéria jornalística sobre o Museu do Reggae do Maranhão. Dessa forma, o Museu contribui muito com a cidade, ajudando a internacionalizar o Turismo aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Yes

Posseidon Hotel Ltda

Feirinha São Luís

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista