GOVERNO DO ESTADO DO MA

ALEMA/MA

quinta-feira, 16 de novembro de 2017
O evento integrou a programação da 11ª Feira do Livro de São Luís

Patrimônio histórico, arqueologia, cultura e educação patrimonial foram temas que provocaram reflexões durante roda de conversa realizada nesta quarta-feira, 14, sobre Patrimônio Cultural do Maranhão. A programação fez parte da 11ª Feira do Livro de São Luís, que segue até o domingo, 19, no Centro Histórico da cidade.

Falando para um grupo de jovens estudantes de escolas da rede pública estadual, o superintendente do Patrimônio Cultural do Maranhão, Luís Eduardo Longhi, destacou a importância do reconhecimento sobre o patrimônio cultural pelas novas gerações. “Ter um olhar sobre o nosso passado nos ajuda a pensar o que queremos ser, a construir um futuro a partir de um sentimento de pertencimento”, pontuou.

Também participaram da roda de conversa o diretor do Convento das Mercês, Paulo Melo, o diretor do Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia, Deusdedith Carneiro, e o diretor do Centro Vocacional Tecnológico Estaleiro-Escola, Luiz Phelipe Andrés.

Educação patrimonial


A estudante do curso de história da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Dayane Silva Pereira, que há três anos coordena um projeto de educação patrimonial nas escolas de ensino médio e fundamental da rede pública, chamou a atenção da necessidade de ampliar a formação nas escolas e criar políticas públicas que favoreçam a aproximação do indivíduo ao seu patrimônio cultural.

Eduardo Longhi informou que está em andamento na Superintendência de Patrimônio Cultural, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) projeto de educação patrimonial que prevê atividades de valorização do patrimônio material e imaterial do Maranhão. “Defender o patrimônio é defender nossa identidade e memória, e é isso que nos diferencia”, ressaltou.

Para o professor e arquiteto, Luiz Phelipe Andrés, uma alternativa de ensino da educação patrimonial é a transversalidade, método que insere o tema em diferentes áreas de ensino por meio de abordagens variadas. “Como professor faço isso para chamar a atenção dos estudantes sobre a importância do patrimônio e suas práticas de valorização”.

Patrimônio arqueológico


A estudante do 1º ano do ensino médio da escola Haydee Chaves, Erica Krisly, gostou do que viu nas imagens dos sítios arqueológicos apresentados pelo diretor do Centro de Pesquisa e Arqueologia do Maranhão, Deusdedith Carneiro. “Fiquei curiosa para conhecer o museu que fica no centro histórico”, afirmou.

Curiosidades como os paredões encontrados no município de Grajaú, as escavações realizadas em Caxias e que resultaram na criação do Memorial da Balaiada foram algumas entre tantas informações apresentadas pelo antropólogo Deusdedit Carneiro, que ressaltou a importância do conhecimento, valorização e preservação patrimonial para a transformação da história e formação da cidadania.

0 comentários:

Postar um comentário

Hotel Pousada do Buriti

Hotel Pousada do Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Cidadão limpeza

Yes

Posseidon Hotel Ltda

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista