sábado, 27 de janeiro de 2018
Uma programação especial voltada para a atenção à saúde mental marcou a 56ª edição do 'Todos por São Luís', realizada neste sábado (27), no Centro de Atenção Integral ao Idoso (Caisi), no Filipinho para lembrar o "Janeiro Branco". Nesta edição a Prefeitura desenvolveu uma programação para trazer à tona informações relativas à prevenção e tratamento da saúde mental, repassadas por meio de palestras educativas, oficinas e orientações abordando temas como depressão, ansiedade, fobias, pânico, entre outras doenças decorrentes de transtornos mentais.

"Tratamos à saúde mental com o mesmo cuidado e atenção que dedicamos a outros problemas de ordem médica e social. Por isso, priorizamos abordar o tema no programa 'Todos por São Luís', na edição deste mês, período em que desenvolvemos a campanha 'Janeiro Branco', para tratar especificamente desse assunto com a sociedade, de forma mais abrangente", afirmou a primeira-dama, Camila Holanda, coordenadora do programa.

Presente ao evento, o secretário municipal de Saúde, Lula Filho, ressaltou que a Prefeitura de São Luís sempre esteve atenta aos cuidados preventivos com a saúde mental da população. Prova disso são os inúmeros equipamentos públicos construídos com a finalidade de promover o bem-estar das pessoas, o lazer dos jovens e idosos e as diversas atividades desenvolvidas para prevenir possíveis transtornos ligados à saúde mental.

"Cada vez que construímos espaços onde as pessoas possam ter vivências sociais, praticar atividades físicas e ocupar a mente de forma saudável, como nas inúmeras praças com academia da saúde que a Prefeitura criou na cidade, por exemplo, estamos promovendo a saúde mental das pessoas. E assim acontece também com outros programas municipais na área, como o São Luís Saudável, as atividades voltadas aos idosos do Caisi, as centenas de oficinas, as atividades de terapia ocupacional, entre muitas outras ações de prevenção à saúde mental", observou Lula Filho.

Ainda na área da saude mental, o secretário destacou que a Prefeitura de São Luís disponibiliza também o Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas (CAPS AD), no Filipinho, onde oferta atendimento a pessoas com comprometimentos mentais. A unidade dispõe de equipe multidisciplinar constituída por médicos psiquiatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas, entre outros profissionais.

Também são promovidas, periodicamente, atividades paralelas e complementares, constituídas por palestras educativas sobre temas ligados à área da saúde, como o combate às drogas e prevenção de DST/AIDS.

AÇÕES

O 'Todos por São Luís' realizou ainda consultas ambulatoriais em diversas especialidades médicas, vacinação humana, oficinas diversas, atendimento social, aulão de zumba, serviços de embelezamento e realização de inscrição para recebimento do kit grátis para conversão da TV analógica ao sistema digital.

No local, houve ainda exposição de trabalhos manuais feitos por jovens atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (Capsi), entre outras atividades.

As ações do 'Todos Por São Luís iniciaram na sexta-feira (26), com um café da manhã, no Centro de Saúde Antônio Farina, unidade que presta atendimento voltado ao tratamento da saúde mental, no Filipinho.

‪Na próxima quarta-feira (31), as ações desta edição do programa encerram no com um baile de Carnaval infantil, realizado no Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil, na Rua H, Quadra F, Casa 5, no Jardim Atlântico, Turu.‬

Com mais esta edição do programa Todos por São Luís, a ação consolida-se como uma importante ação que tem como objetivo levar às comunidades serviços essenciais de saúde preventiva, esporte, lazer, cultura, educação, entre outros, além de aproximar a Prefeitura da população, permitindo a gestão conversar com as pessoas, ouvir seus anseios em relação à administração municipal, para que, dessa forma, possa direcionar melhor o trabalho e atender as demandas da comunidade.

As atividades do Todos por São Luís são pensadas de forma a contemplar pessoas como a apresentada Delcir Marinho, 63, moradora do Coroado. Ela faz tratamento de controle do diabetes e aproveitou o mutirão para medir a pressão. "Fui muito bem atendida. Vou ainda consultar também com clínico geral e fazer tudo o que eu puder aqui", disse.

Já a idosa Luzanira Costa, 68, aproveitou a oportunidade do mutirão de serviços para se consultar com o clínico geral. "Estou muito gripada, por isso aproveitei a oportunidade do mutirão estar acontecendo próximo a minha casa para me consultar", relatou ela.

JANEIRO BRANCO

O mês de janeiro foi escolhido para ser o período dedicado à saúde mental por alguns motivos peculiares, entre os quais o fato de ser o mês em que as pessoas têm a sensação de um novo começo, de novos planos e novo estilo de vida. Os criadores da campanha quiseram aproveitar esse clima para que as pessoas comecem o ano pensando também em sua saúde mental. Além disso, observa-se nesse mês maior melancolia e um momento em que muitas pessoas estão fragilizadas, sendo então o momento ideal para buscar ajuda profissional e começar a cuidar da mente.

0 comentários:

Postar um comentário

Hotel Pousada do Buriti

Hotel Pousada do Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Cidadão limpeza

Yes

Posseidon Hotel Ltda

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista