CAMPANHA: REVIVA

terça-feira, 2 de outubro de 2018

O Brasil segue como líder sul-americano em chegadas internacionais, segundo aponta estudo da Forward Keys. As atuais reservas internacionais para viagens ao Brasil, principal destino da América do Sul, no período de setembro a dezembro, estão atualmente 8% acima de onde estavam em 2017.

No entanto, as reservas de voos ao País dos últimos quatro meses do ano estão, atualmente, apenas 1% à frente do obtido em 2017. Ainda de acordo com o levantamento, nos primeiros oito meses do ano, as chegadas de voos internacionais à região aumentaram 6% em relação ao mesmo período de 2017.

Os bilhetes para os últimos quatro meses do ano de todos os outros principais mercados de origem estão à frente, alguns de forma impressionante: como o Chile (28%), França (15%) e Espanha (15%). As altas percentuais mais impressionantes são de países como Bolívia (41%) África do Sul (36%), Canadá (26%), Japão (23%), Paraguai (19%) e Colômbia (15%).

CRISE ARGENTINA

Em contrapartida, Colômbia, Peru e Chile parecem sofrer retrocessos, com o número de reservas de voos abaixo em comparação ao mesmo período no ano passado. Um fator que tem pesado neste ano, aliás, tem sido a Argentina — que entrou em colapso após a desvalorização da sua moeda.

As viagens para o Brasil aumentaram 31% de janeiro a abril, mas com o peso atingindo uma acentuada baixa no dia 3 de maio, o mercado externo nos três meses seguintes foi impactado. Em 31 de agosto, as reservas de voos argentinos para o Brasil de maio a dezembro caíram 1% em relação ao mesmo período do ano passado.

As viagens da Argentina para o Chile também diminuíram. No início do ano, de janeiro a abril, as chegadas aumentaram 2% em relação ao mesmo período de 2017. No entanto, as reservas atuais para os últimos quatro meses de 2018 estão 52% abaixo do esperado. Esse colapso em um dos mercados de origem mais importantes do Chile transformou um desempenho geral positivo de 9% nos primeiros quatro meses de 2018 para uma perspectiva negativa de 9% nos últimos quatro meses do ano.

PANORAMA REGIONAL

De maneira geral, as reservas atuais, de setembro a dezembro dos mais importantes mercados de origem de longa distância à América do Sul, estão bem à frente de 2017. Segundo a Forward Keys, as principais altas estão em origens como Canadá (12%), Alemanha (9%), França e Japão, ambos com 8%, e Reino Unido (7%). A perspectiva desses cinco mercados de origem é particularmente encorajadora para destinos como Argentina, Brasil, Colômbia e Equador.

Informação: Panrotas 

0 comentários:

Postar um comentário

Hotel Pousada do Buriti

Hotel Pousada do Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Yes

Duvel