Assembleia Legislativa

São João do Maranhão 2019

segunda-feira, 4 de março de 2019
A programação da Passarela do Samba, que acontece até terça-feira (5), faz parte do Carnaval de São Luís 2019, promovido pela Prefeitura e pelo Governo do Estado


Os desfiles na Passarela do Samba, tradição das festas momescas na cidade estão atraindo a atenção de foliões de todas as idades. A programação, que faz parte do Carnaval de São Luís 2019 organizado pela Prefeitura e Governo do Estado, vai até terça-feira (5) e reúne apresentações de blocos tradicionais, grupos de tambor de crioula e escolas de samba.

O carnaval maranhense é tão antigo quanto o do Rio de Janeiro. Data de 1929 a fundação da primeira escola de samba, a Turma da Mangueira, cujo nome teve como inspiração o local onde os integrantes se reuniam para batucar, embaixo de uma mangueira no bairro João Paulo. Os blocos tradicionais são tão antigos quanto as escolas. Os Vira-latas foi o primeiro, criado em 1932. Desde essa época, os grupos carnavalescos envolvem o público com o colorido das fantasias e o batuque ritmado, que têm na Passarela do Samba Chico Coimbra, no Anel Viário, um ambiente ideal para curtir a Folia de Momo.

"As escolas de samba e os blocos tradicionais são manifestações do carnaval maranhense, principalmente os blocos, que só existem aqui. Reconhecendo a importância desses grupos carnavalescos, o prefeito Edivaldo e o governador Flávio Dino investem em infraestrutura para que o Carnaval na Passarela do Samba e na Beira Mar seja uma festa bonita e segura para brincantes e toda a sociedade maranhense que vem prestigiar as apresentações culturais", pontua o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.


A Passarela do Samba conta com o brilho de 10 escolas de samba e 32 blocos tradicionais. Cinco escolas desfilam neste domingo (3), Terrestre do Samba, Mocidade Independente da Ilha, Império Serrano, Turma de Mangueira e Flor do Samba, além de apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor, blocos organizados, alegoria e turmas de samba. As outras cinco escolas entram na avenida na segunda-feira (4), entre elas a campeã do Carnaval 2018, Marambaia.

A programação do sábado (2) iniciou às 18h com apresentações dos tambores de crioula Maracrioula e de Santa Fé, na Tenda do Tambor, e desfile das tribos de índio Sioux, Tupinambá, Guarani, Upaon Açu, Itapoã e Carajás. O ponto alto da noite iniciou as 20h com o desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo A: APAE, Os Gladiadores, Os Baratas, Os Guerreiros do Ritmo, Kambalacho do Ritmo, Príncipe de Roma, Os Feras, Os Curingas, Reis da Liberdade, Os Vampiros, Os Brasinhas, Tropicais do Ritmo, Os Foliões, Originais do Ritmo, Os Apaixonados e Os Tremendões.


Bloco tradicional é coisa de família. Dona Honorata Soares, de 59 anos, é professora e não perde uma apresentação do bloco tradicional Os Baratas, desde 2015, ano de sua fundação, na comunidade Madre Deus. O grupo tem como samba-tema este ano 'Os Baratas Na Folia de Cosme e Damião, o Baratas é devoção'. "Eu sou barata. A minha família que fundou o bloco junto com a comunidade. Desfilei ao lado da minha neta, Maria Flor, de 5 anos. A melhor coisa é participar dançando, é uma emoção muito grande", compartilha. Além do bloco, Dona Honorata também desfila no Corso da Melhor Idade e na escola de samba Turma do Quinto, esta última desde os 14 anos de idade até hoje.

Outro folião que marcou presença nos desfiles deste sábado foi o adolescente Kayky Ryan, de 16 anos, que é morador do Anjo da Guarda e se apresentou no bloco tradicional Kambalacho do Ritmo. O grupo tem 50 anos de existência e, 2019, traz o samba-tema 'Refletindo o passado, meu anjo desbrava o futuro'. "A minha família fundou o bloco Kambalacho no Anjo da Guarda. Gosto de dançar porque amo a batucada, desfilo há três anos. O grupo ajuda muito a comunidade porque ocupa o tempo dos moradores com cultura", explica.


Ainda falando sobre família, agora na área das arquibancadas da Passarela do Samba, a autônoma Jéssica Ribeiro, 26 anos, veio com o marido João Pinheiro Filho, 27 anos, também autônomo, e o filho do casal, o pequeno Luís Ribeiro dos Santos, de 5 anos. "A gente sempre vem à Passarela assistir aos desfiles. Gostamos mais de ver os blocos tradicionais do que as escolas de samba, porque falam dos bairros, representam as comunidades com harmonia e alegria. Estamos na torcida pelo bloco tradicional Os Fanáticos. A Passarela é um ambiente seguro e agradável para a minha família curtir uma forma de lazer", revela.

PROGRAMAÇÃO

DOMINGO (3)

A partir das 18 horas, apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor.

Desfile dos Blocos Organizados

18h30 às 18h45 - Os Cobras das Estrelas

18h50 às 19h05 - Unidos da Vila Embratel II

19h10 às 19h25 - Pau Brasil

19h30 às 19h45 - Canto Quente

19h50 às 20h05 - Dragões da Madre Deus

Desfile de Alegoria

20h10 às 20h25 - Tijupá

Desfile das Turmas de Samba

20h30 às 20h50 - Vinagreira do Samba

20h55 às 21h15 - Fuzileiros da Fuzarca

Desfile das Escolas de Samba

22h00 às 23h00 - Terrestre do Samba

23h10 às 00h10 - Mocidade Independente da Ilha

00h20 às 01h20 - Império Serrano

01h30 às 02h30 - Turma de Mangueira

02h40 às 03h40 - Flor do Samba



SEGUNDA-FEIRA (4)

A partir das 18 horas, apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor

Desfile dos Blocos Organizados

18h30 às 18h45 - Beatos do Samba

18h50 às 19h05 - Unidos do Porto Grande

19h10 às 19h25 - Unidos da Vila Isabel

19h30 às 19h45 - Os Liberais

19h50 às 20h05 - Turma do Saco

Desfile das Turmas de Samba

20h30 às 20h50 - Ritmistas de São José de Ribamar

20h55 às 21h15 - Ritmistas da Madre Deus

Desfile das Escolas de Samba

22h00 às 23h00 - Unidos de Fátima

23h10 às 00h10 - Túnel do Sacavém

00h20 às 01h20 - Turma do Quinto

01h30 às 02h30 - Favela do Samba

02h40 às 03h40 - Marambaia



TERÇA-FEIRA (5)

A partir das 18 horas, apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor

Desfile dos Blocos Afros

19h00 às 19h20 - Abiyêyê Maylô

19h25 às 19h45 - Juremê

19h50 às 20h10 - GDAM

20h15 às 20h35 - Didara

20h40 às 21h00 - Omnirá

21h05 às 21h25 - Officina Affro

21h30 às 21h40 - Abibimã

21h45 às 22h05 - Netos de Nanã

22h30 - ENCERRAMENTO com o Baile Popular do Blocão do Bicho



QUARTA-FEIRA (6)

14h - Apuração dos Concursos realizados na Passarela do Samba.

Local: Teatro Alcione Nazaré, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho



0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel