Prefeitura de São Luís

Assembleia Legislativa

quinta-feira, 18 de abril de 2019
Durante encontro, ministro do Turismo e embaixador da Argentina também discutiram a construção de uma legislação comum para atração de turistas em cruzeiros


O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, recebeu nesta quarta-feira (17), em Brasília, o embaixador da Argentina no Brasil, Carlos Magariños, para tratar de projetos de incentivo ao turismo internacional nos países irmãos.

A proposta é elaborar uma legislação comum, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores, para isentar turistas chineses de visto de entrada no Brasil quando estes já tiverem autorização para entrar na Argentina, e vice-versa.

Segundo o ministro Álvaro Antônio, a oferta combinada de atrativos turísticos naturais do Brasil e de turismo de neve na Argentina deve ser melhor explorada a partir de agora. “Vamos abrir nossos braços para receber esse turista que vem do outro lado do mundo e é um visitante encantado com destinos de natureza. Vou conversar com o ministro Ernesto Araújo para, juntos, estudarmos mecanismos para facilitar a vinda e prolongar a estadia desse viajante, um dos que mais gasta no mundo com turismo”, disse. O gasto médio do turista chinês ao dia, no Brasil, é de US$ 88, bem acima da média dos estrangeiros no país (US$ 55).

Para o embaixador Magariños, a simplificação de processos de entrada de visitantes estrangeiros é um forte indutor da geração de emprego. “Medidas como essa têm um impacto imediato na economia. Temos muito espaço para ampliar a parceria Brasil-Argentina”, vislumbrou.

Outro assunto trazido pelo representante argentino foi a construção de dispositivo legal que simplifique a entrada de turistas que visitam a Argentina e o Brasil em cruzeiros marítimos. “Também temos nossos entraves e acredito que essa é uma oportunidade de modernizar a nossa legislação, beneficiando os dois países”, pontuou.

Fonte: Mtur 

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel