Prefeitura de São Luís

Assembleia Legislativa

sexta-feira, 28 de junho de 2019
Espaço integra Projeto de Revitalização e Organização das Bibliotecas Escolares Municipais, implantado na gestão do prefeito Edivaldo e conta no acerco com obras de referência, como dicionários, atlas e enciclopédias, bem como livros de literatura infanto-juvenil, de artes, educação, entre outros


A Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Tancredo Neves, na Cidade Operária ganhou, nesta quarta-feira (26), uma biblioteca. A organização e dinamização do espaço, que conta com mais de quatro mil títulos, só foram possíveis graças ao projeto de Revitalização e Organização das Bibliotecas Escolares Municipais, implantado na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior. A Biblioteca é um marco na vida da comunidade escolar local, que passa a contar com um espaço amplo e arejado para estudos, pesquisas e enriquecimento cultural.

A U.E.B. Tancredo Neves é uma das primeiras unidades a serem contempladas pelo Projeto de Revitalização e Organização das Bibliotecas Escolares Municipais, informa o secretário de Educação, Moacir Feitosa. Outras bibliotecas estão passando por este mesmo processo de revitalização. A inauguração da biblioteca, que leva o nome do médico, ex-governador do Maranhão, e três vezes prefeito de São Luís Jackson Kepler Lago, contou com a presença da esposa do político, Clay Lago.

"Estamos avançando no cumprimento das políticas assumidas pela gestão do prefeito Edivaldo, por meio do Programa Educar Mais e de outras inúmeras ações e projetos em parcerias públicas e não-governamentais que têm fortalecido a Educação e os seus indicadores na capital maranhense", ressalta o titular da Semed.

A médica Maria Clay Moreira Lago, viúva de Jackson Lago (falecido em 4 de abril de 2011), declarou-se agradecida e muito feliz com a homenagem feita ao seu esposo, com quem viveu por 35 anos. Aos 79 anos, Clay Lago destaca o quanto é importante investir em Educação. "A leitura e a escrita refletem na comunicação, nas artes e no conhecimento de um povo. Fico feliz com o trabalho que vem sendo desenvolvido pela atual administração. Que essa biblioteca sirva de estímulo e incentivo aos estudantes, e também aos professores, para que possam fazer o seu trabalho cada dia melhor", disse.


Na inauguração da biblioteca teve a apresentação da Banda Fanfarra da escola, fruto das ações do Programa Federal Mais Educação, coordenado em São Luís pela Prefeitura, por meio da Semed, e também várias contações de histórias, entre elas o 'Auto do Bumba Meu Boi', pelas contadoras de histórias do projeto Carro Biblioteca, da Semed.

A professora Arsênia Formiga, superintendente da Área de Ensino Fundamental (SAEF/Semed), registrou o empenho da gestora geral, Elza Bastos, da U.E.B. Tancredo Neves, e dos demais funcionários, e parabenizou a justa homenagem a um gestor público de grande relevância para o estado do Maranhão e para cidade de São Luís, especialmente por sua grande contribuição na área de Educação. Ao falar sobre a importância do incentivo à leitura disse que "o processo de inclusão começa pela leitura e pela escrita", assegura a professora Arsênia Formiga.

"Temos aqui um conjunto de esforços em benefício do desenvolvimento intelectual da comunidade escolar Tancredo Neves. Queremos incentivar o crescimento e o prazer que a literatura pode proporcionar ao ser humano", disse a gestora Elza Bastos.


ACERVO

As bibliotecárias Rachel Serra e Amanda Vasconcelos, da Coordenação do Livro Didático da Semed, foram responsáveis pela organização e dinamização do acervo da Biblioteca Escolar Jackson Kepler Lago. Todos os 4.254 títulos foram registrados e classificados por cores em cada área de conhecimento, e as estantes sinalizadas. Algumas obras foram compradas pelo município e outras adquiridas por meio do Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE).

Há obras de referência, como dicionários, atlas e enciclopédias, bem como livros de literatura infanto-juvenil, de artes, educação, entre outros. "O principal objetivo do projeto é fomentar a leitura entre os estudantes que, no caso das obras de literatura infanto-juvenil, poderão fazer o empréstimo na biblioteca e levar para ler em casa", comenta a bibliotecária Rachel Serra.


Ana Clara Monroe Cardoso, 12 anos, cursa o 7° ano na U.E.B. Tancredo Neves. Ela é apaixonada por quadrinhos e também gosta de ler livros de literatura e poesias e diz que ter uma biblioteca na escola com tantos livros é um sonho. "Toda vez que eu puder eu estarei aqui pegando um dos livros para eu ler", diz. Conta ainda que leva consigo uma instrução da mãe: "Se quiser ser alguma coisa na vida minha filha, precisa estudar", fala, reproduzindo o ensinamento da mãe.

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel