Assembleia Legislativa

terça-feira, 24 de setembro de 2019
Projetos recebem aporte financeiro do Departamento Nacional


O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) do Maranhão investirá em novas unidades nos municípios de Pinheiro e Açailândia. Os Centros de Educação Profissional (CEP) contarão com espaços destinados a laboratórios e ambientes de aprendizagem modernos e adequados às práticas pedagógicas da instituição.

Em Açailândia, a unidade ficará localizada na Avenida do Contorno no bairro Jardim Glória. Dos aproximadamente 13 milhões que serão investidos, 50% será custeado pelo Departamento Nacional do Senac. Do montante, cerca de R$ 9 milhões estarão direcionados para construção do prédio, enquanto o valor restante será destinado para adquirir mobiliário e equipamentos. As providências para a execução da obra, que possuirá cerca de 2.900 mil metros quadrados de área construída, serão tomadas ainda neste exercício.


Já em Pinheiro, a unidade educacional está em fase final de construção e terá laboratórios, salas de aula, salas multifuncionais, auditório reversível, espaços de convivência, além de uma biblioteca com salas de estudos. Do total de 9,5 milhões investidos, 50% também é subsidiado pelo Departamento Nacional na construção e compra do mobiliário e equipamentos. O Centro de Educação Profissional possui aproximadamente 2.800 mil metros quadrados de área construída e funcionará na Rua da Travessa João Mariano, antigo aeroporto.

Segundo o Presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-MA, José Arteiro da Silva, a parceria com o departamento nacional é fundamental para a execução dos projetos “de vez que os recursos gerados exclusivamente no estado do Maranhão são insuficientes”, disse.


O Diretor Regional do Senac no Maranhão, José Ahirton Batista Lopes, ressaltou que a instituição terá a oferta de cursos em sinergia com a realidade do Estado “e, de forma especial, o Senac considera a realidade do município onde é instalado a unidade, assim como leva em conta as necessidades dos municípios limítrofes”, destacou.

Ambos os projetos consideram conceitos de acessibilidade universal e práticas de sustentabilidade como utilização de água de reuso, estação de tratamento de esgoto, aproveitamento de iluminação natural nos ambientes, sistema mecânico com fechamento automático em torneiras e lâmpadas de LED.  No total, a capacidade de atendimento é de 1.455 pessoas por dia nos dois novos Centros de Educação Profissional.

Informação: Senac 

0 comentários:

Postar um comentário

Fiema

Pousada do Buriti

Yes

Duvel