Assembleia Legislativa

sexta-feira, 1 de novembro de 2019
Evento trouxe a público a história da importante via da capital, contada por meio de personagens que marcaram a trajetória da cidade em seus mais diversos momentos; Passeio Serenata integra o Programa Reviva Centro, criado pelo prefeito Edivaldo


A edição desta quinta-feira (31), do Passeio Serenata, promovido pela Prefeitura de São Luís, teve um encanto a mais. O evento, pela primeira vez, foi realizado na Rua Grande, espaço recentemente reformado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) com a parceria da Prefeitura de São Luís. Nesta edição, o Serenata destacou personalidades históricas que têm relação com a Rua Grande. O prefeito Edivaldo Holanda Junior, acompanhado da primeira-dama Camila Holanda, de secretários e do superintendente do IPHAN no Maranhão, Mauricio Itapary, participou do evento e, ao lado de ludovicenses e turista, se encantou com as musicas, poesias e encenações dos personagens que contaram histórias e curiosidades sobre uma das vias mais importantes e conhecidas de São Luís. 

O prefeito Edivaldo destacou que os serviços de requalificação executados na Rua Grande pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em parceria com a Prefeitura de São Luís permitiram que a via pudesse ser inclusa no roteiro cultural da cidade.

“Agora é possível contemplar a riqueza arquitetônica dos casarões ao longo da Rua Grande, que ficava escondida em meio à fiação. A Rua Grande é uma das ruas mais importantes da nossa cidade e que foi cenário de alguns dos momentos mais marcantes da nossa história, por isso, a importância de fazer eventos como o Passeio Serenata aqui. Desta forma estamos recolocando a Rua Grande no lugar de destaque que ela merece”, disse o prefeito.


O superintendente do IPHAN no Maranhão, Maurício Itapary, que acompanhou o Passeio Serenata, pontuou os serviços que foram executados na via. “Por meio das obras de requalificação foram retirados os obstáculos, com redução dos desníveis do piso e de acesso aos imóveis para permitir a locomoção do pedestre, sem restrições. Toda a fiação foi embutida e novo mobiliário instalado, além da modernização da iluminação. Com isso, a Rua Grande volta a ser um cenário para a realização de atividades culturais em São Luís”, comentou.

PASSEIO SERENATA


O percurso do evento, que integra as atividades do programa Reviva Centro, coordenado pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur), teve início pela entrada da via, no Largo do Carmo, e foi encerrado no Complexo Deodoro. Ao longo do passeio, o público conheceu mais sobre Ana Jansen, Catulo da Paixão Cearense, Odorico Mendes, Gentil Braga e o Barateiro. Imóveis clássicos também foram destacados como o Cine Éden e o Edifício Caiçara.

Durante o Passeio Serenata, o público pôde saber, por exemplo, que a Rua Grande também já foi chamada de Estrada Real, Rua Larga, Oswaldo Cruz e aparece nos mapas de São Luís desde 1640 e que a via mede quase 5 km, indo do Largo do Carmo à Rua Senador João Pedro, onde fica localizado o prédio do Ministério da Fazenda, em São Luís.

Entre as outras curiosidades que foram informadas para o público durante o passeio estão que a primeira reforma da rua ocorreu em 1855, que a via já teve uma igreja, Nossa Senhora da Conceição dos Remédios, que foi demolida na década de 1930 e que no mesmo local foi inaugurado, em 1970, o Edifício Caiçara, conhecido na cidade pelas histórias trágicas ocorridas no local. O Cine Éden, um dos mais importantes cinemas de São Luís, inaugurado em 1919, também foi tema do passeio. Hoje, o prédio onde funcionou o cinema é ocupado por uma loja de vestuário.


A secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo, destacou que o Passeio Serenata fortalece a cultura e o turismo da cidade. “Esta é mais uma iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo que tem promovido a apropriação cultural da cidade pelos moradores. O ludovicense está conhecendo mais e melhor a sua cultura e história e valorizando o Centro da nossa cidade. Trazer o Passeio Serenata para a Rua Grande é também uma forma de reinserir esta via no conjunto histórico de São Luís. Apesar de muita gente não saber, a Rua Grande também faz parte da área histórica da cidade”, disse.

Coube mais uma vez à Companhia Tramando Teatro dar vida a personagens que ajudaram a contar a história da cidade. Por meio de um roteiro fictício, eles falaram sobre a vida de Ana Jansen, que morou no casarão de número 533 na rua e ficou conhecida na história do Maranhão devido à sua crueldade no tratamento com os escravos e as desavenças políticas que acumulou ao longo da vida. A vida do poeta Catulo da Paixão Cearense, que nasceu em uma casa na Rua Grande, também foi tema dos diálogos entre os personagens assim como Gentil Braga e seu casarão de 22 janelas localizado no encontro da Rua Grande com a Rua do Passeio. 

ENCANTAMENTO


Moradores de São Luís e turistas ficaram fascinados com as apresentações e aprovaram a mudança de cenário do Passeio Serenata. O casal Joselito Veiga e Márcia Santos participam de todas as edições do evento e há algum tempo aguardavam uma edição na Rua Grande. “A minha expectativa de um Passeio Serenata sempre foi muito grande porque eu gosto de pesquisar sempre sobre a história da cidade, mas ouvir a história ser contada desta forma, no Serenata, é muito mais agradável”, disse.

Já Márcia Santos espera que novos eventos do tipo sejam realizados na Rua Grande. “A gente precisa interligar a Rua Grande ao Centro Histórico. Às vezes, parece que o Centro e a Praia Grande são duas áreas completamente diferentes, mas fazem parte de um grande conjunto histórico de grande importância para São Luís, pois foi onde a cidade começou e onde aconteceram os principais fatos da nossa história”, pontuou.


A pernambucana que mora em São Luís há dois anos, Denize Marçal, disse que nunca viu uma programação semelhante ao Passeio Serenata em nenhuma das cidades que já visitou. “Eu morava em São Paulo e há dois anos estou em São Luís para cuidar da minha mãe. Já visitei muitas cidades e nunca vi algo como essa programação. Eu fico encantada sempre que venho e sempre recomendo a todas as pessoas que conheço. É uma verdadeira aula de história ao ar livre. São Luís está de parabéns por essa iniciativa”, disse.


O Passeio Serenata faz parte do programa Reviva que, no dia 7 de novembro, apresenta mais uma edição do Sarau Histórico, que ocorrerá na Praça Deodoro. Roteiro Reggae, o projeto Arte na Praça e a Feirinha São Luís, também integram o programa municipal.

Informação: Agência São Luís 

0 comentários:

Postar um comentário