Mais Obras

segunda-feira, 3 de outubro de 2016
Na manhã desta segunda-feira (3), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou a abertura oficial das atividades de conscientização e prevenção ao câncer de mama, o chamado 'outubro rosa'. De forma simultânea, programações ocorreram no Centro de Especialidades Médicas da Cidade Operária e no Hospital de Câncer Tarquínio Lopes Filho com palestras educativas sobre saúde da mulher, ginástica laboral e tratamentos de estética e beleza.

No Hospital de Câncer Tarquínio Lopes Filho, referência no tratamento de pacientes oncológicos no Maranhão, a programação, focada em pacientes, acompanhantes e colaboradores, é composta de palestras com temas relacionados ao câncer de mama, oficinas de turbantes e sessões de maquiagem.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, acompanhado da presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Ianik Leal, do secretário adjunto da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, Marcelo Rosa, da secretária adjunta de Assistência à Saúde, Larissa Cavalcanti, ressaltou, durante abertura da programação no Hospital Tarquinio Lopes Filho, a importância do tratamento precoce do câncer de mama e da quebra dos preconceitos que ainda existem ao falar da doença.

“As mulheres não podem sentir vergonha de falar sobre este assunto. A campanha Outubro Rosa tem o objetivo da detecção precoce e, consequentemente, redução da mortalidade por câncer de mama, por meio dos exames e acompanhamento médico adequado. O Governo do Estado investe em políticas públicas voltadas a saúde da mulher”, destacou o secretário Carlos Lula.

O diretor-geral do hospital, José Maria Assunção Júnior, explicou o momento ideal em que as mulheres precisam estar atentas para a realização dos exames mamários e a carência de informações que muitas mulheres ainda possuem. “O que percebemos no Maranhão, em especial na capital, é a falta de informação sobre o câncer de mama, por isso, campanhas como esta são difusoras de conhecimento que se espalham rapidamente, possibilitando o acesso à saúde de forma eficiente, e assim, a redução visível do câncer de mama”, considerou o diretor José Maria.

A presidente da Emserh, Ianik Leal, alertou para a importância de disseminar as informações sobre câncer de mama utilizando diversos meios de comunicação, em especial, as a redes sociais. “É sabida a força que a internet possui e a rapidez de alcance em todas as classes sociais, portanto, é extremamente válida a iniciativa de compartilhar as informações, experiências e aprendizados acerca do câncer de mama. Vamos utilizar a internet a nosso favor para combater a incidência desta doença no estado”, disse Ianik.

Atividades paralelas

Desde às 7h, o Centro de Especialidades Médicas da Cidade Operária realiza atividades físicas com funcionários e pacientes, como parte da programação do Outubro Rosa, promovido pela SES. A unidade de saúde, por meio da SES, promoverá também, entre os dias 17 e 21 de outubro, um mutirão de preventivos no Centro de Ensino Médio da Cidade Operária.

A diretora-administrativa, Silvia Helena, informou que o quadro de consultas com ginecologistas vai ser ampliado em virtude da campanha Outubro Rosa, e que a realização de preventivos será intensificada. “A demanda por consultas com o especialista é grande e, por isso, neste mês recebermos reforços para atender ao máximo a procura das pacientes, e assim, zerar a fila de espera por ginecologistas. Os exames também serão feitos com máxima urgência. Tudo para garantir de forma eficiente o acompanhamento médico”, disse a diretora.

Próximas atividades

No dia 20, a atividade de prevenção acontece no Shopping da Ilha, em São Luís, com a presença da Carreta de Prevenção contra o Câncer para realização de exames preventivos nas participantes. Já a data de 21 de outubro, considerado o ‘Dia D’, a Secretaria de Estado Saúde realiza o ‘Dia D do Outubro Rosa’, com serviços de saúde voltados ao cuidado com a saúde da mulher.

Fatores de risco do câncer de mama

  • Histórico familiar de câncer de mama;
  • Sedentarismo;
  • Idade (de 50 a 69 anos);
  • Ausência de alimentação saudável;
  • Ingestão de anticoncepcionais;
  • Reposição Hormonal após a menopausa;
  • Menstruação - mulheres que tiveram menarca precoce (antes dos 12 anos) ou tiveram a menopausa após os 55 anos têm um risco aumentado de câncer de mama

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Yes

Posseidon Hotel Ltda

Feirinha São Luís

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista