Mais Obras

terça-feira, 6 de junho de 2017
No último fim de semana, o Governo do Estado, por meio a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – Caema, deu o pontapé para retirada de pontos de lançamento de esgoto despejados clandestinamente ao longo do curso do Rio Calhau, importante rio que integra a bacia do Canaã em São Luís.  A ordem de serviço para início das obras foi assinada na tarde de sábado (3), durante ação organizada na pracinha da Avenida Litorânea.

Além de autoridades políticas e do Governo Estadual, participaram do momento solene da assinatura diretores, funcionários da Companhia e representantes de entidades ligadas à questão do meio ambiente. Frequentadores da praia que estiveram no local puderam acompanhar de perto o esforço que vem sendo feito no sentido de recuperar e devolver vitalidade para o rio, algo que irá contribuir inclusive para a manutenção da balneabilidade das praias da ilha.

Além solenidade para autorizar as obras, foi programada também para a ocasião uma grande ação voltada à comunidade com ênfase na preservação dos rios. A ação contou com abordagem de blitz educativa ambiental e panfletagem divulgando as informações sobre a obra e outras ações do Programa Mais Saneamento.

Também estava à disposição do público os chamados“aguadeiros”, para servir água potável e matar a sede das pessoas que estavam ou passavam pelo local. Para as crianças presentes na pracinha, a programação reservou momentos de criatividade e diversão por meio de atividades lúdicas, pintura, recreação infantil, e ainda distribuição de brindes.

“Nós resolvemos fazer a assinatura da ordem de serviço para despoluição do Rio Calhau aqui neste ponto da praia, justamente para demonstrar a preocupação do Governo do Estado e da Caema em sanear nossos corpos hídricos. Esse é o objetivo macro, devolver este patrimônio para a população de São Luís, contribuindo fortemente para a manutenção da balneabilidade das praias”, disse o presidente da Caema Davi Telles, que ressaltou ainda a importância do Rio para a ilha e como ele era em outras décadas.

“É fato que um rio pode contar a história de um povo. Nós, que somos ludovicenses, conhecemos também a nossa a partir do Rio Calhau que, em outros tempos já pontos de banho e lazer, mas que hoje é apenas um canal de esgoto. Este é um fato que começa a mudar a partir de agora com esse esforço para devolvermos a vida ao rio, a exemplo do que já ocorreu com os Rios Claro e Rio Pimenta, que já apresentam mudanças significativas e onde é possível ver vários trechos em que a água está cristalina. Vários animais voltaram a habitar estes locais devido às novas condições em que se encontram”, ressaltou ele.

O Deputado Estadual Bira do Pindaré, que também esteve presente na assinatura, parabenizou o Governo pela coragem de assumir esse compromisso e deixar esse legado para as futuras gerações. “Parabenizo ao Governador Flávio Dino, e ao presidente da Caema, Davi Telles, porque enquanto o mundo está indo numa contramão de acordos para diminuição da poluição e preservação, é importante ver essa iniciativa que se soma a outras como a despoluição dos rios Pimenta e Claro. Uma meta fundamental para a proteção ambiental, lazer, turismo e saúde para São Luís e para o Maranhão”, disse ele.

O Secretário do Governo do Estado Antônio Nunes, lembrou que as obras pertencem ao conjunto de ações que o Governo do Estado do Maranhão, por intermédio da CAEMA, vem executando mediante o Programa Mais Saneamento, o maior programa de saneamento já visto no Estado com o objetivo de elevar o índice de esgoto tratado na capital de 4% para 70% até o ano de 2018.

“Esta determinação do Governo em executar obras que são de fato prioridade, não só para levar água a todos os cantos do Maranhão, mas também de tratar esgotos, cuidar e limpar o nosso meio ambiente, reflete diretamente na vida das pessoas, uma vez que os rios são fonte de água, alimento e lazer para a população”, ressaltou o Secretário.

Serão investidos nesta grande obra de despoluição mais de R$8,6 milhões para interceptação dos pontos de lançamento de esgoto implantação e ampliação de Sistema de Esgotamento Sanitário de São Luís (Etapa –I) -  Sistema São Francisco (Sub-bacia do Rio Canãa).

Ao todo serão 5.087 metros de Redes Coletoras de Esgoto, 2.767 metros de Interceptores, 2.190 metros de Linha de Recalque, que será responsável pelo bombeamento dos volumes até uma Estação Elevatória de Esgoto (EEE -Canaã), construída com a finalidade de receber o esgoto interceptado e enviá-lo para a Estação de Tratamento de Esgoto -  ETE.

Fonte: CAEMA

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Yes

Posseidon Hotel Ltda

Feirinha São Luís

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista