Assembleia Legislativa do Maranhão

segunda-feira, 24 de julho de 2017
Além da importância para os turistas e moradores como opção de lazer, representantes do meio artístico destacam o papel do Mais Cultura e Turismo na divulgação e na revelação dos talentos locais. (Foto: Divulgação)

Moradores de São Luís e turistas que estão de férias na Ilha podem contar com uma programação a mais ao visitar alguns dos principais pontos culturais da capital maranhense com o programa Mais Cultura e Turismo, iniciativa do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur). Além da importância para os turistas e moradores como opção de lazer, representantes do meio artístico destacam o papel do Mais Cultura e Turismo na divulgação e na revelação dos talentos locais.

Para o DJ Nenzoka, a iniciativa contribui para animar os artistas que antes não tinham oportunidades. “Há alguns anos a maioria dos artistas do Maranhão não podiam contar com incentivos do poder público estadual e, quando havia, apenas um pequeno grupo seleto era beneficiado. Hoje está bem diferente e é muito bom ver que pessoas que lutam por um espaço no meio artístico têm oportunidades pelo Governo do Estado”, diz o DJ.

Ele, que há 15 anos vive do trabalho realizado com o reggae roots, percorrendo diversas cidades do Brasil, vai se apresentar dia 27 deste mês na Praça do Reggae, no Projeto Reviver.

Além de mais visibilidade, os artistas recebem também pagamentos por cada show, que podem chegar a R$ 6 mil, dependendo do tipo de apresentação.

De acordo com o gestor do Fundo de Desenvolvimento da Cultura Maranhense (Fundecma), Emílio Rocha, a iniciativa da gestão estadual representa tanto oportunidade quanto valorização dos artistas maranhenses. “Os editais são boas oportunidades para que artistas e grupos culturais se apresentem em São Luís. Um incentivo a mais para garantir a valorização de cantores, DJs, grupos de teatro, de música e danças, dentre outros do nosso estado”, afirma.

Mais reconhecimento cultural

De acordo com o diretor de imprensa do Grupo Foliões, William Corrêa, os editais lançados este ano ajudam a expandir para o país a cultura do estado expressa pelos artistas maranhenses. “Somos favoráveis às oportunidades que o poder público nos oferece para expandir nossos costumes. Projetos como esse contribuem não somente para a valorização artística local, mas, consequentemente, para um maior reconhecimento das nossas arte e cultura em todo o Brasil”, enfatiza.

O Grupo Foliões está no mercado artístico há 41 anos. Começou com brincadeiras de bloco durante o carnaval de São Luís e hoje já dispõe de pequenos grupos de artes como teatro, dança, leitura e música com cerca de 400 integrantes. Para o grupo, ainda não há datas definidas, mas há apresentações a serem feitas na Casa do Maranhão, com o bloco tradicional de Carnaval Os Foliões, e também na Concha Acústica da Lagoa da Jansen, com o Musical Infantil Histórias da Minha Terra, contando lendas e mitos do Maranhão.

O diretor frisa também a necessidade de ocupação dos locais públicos. “É preciso fazer com que o Maranhão seja conhecido pelos espaços públicos presentes na capital e no interior, sempre com projetos que ocupem esses espaços com apresentações de artistas, grupos e todas as formas de expressão que ressaltem a nossa cultura”, diz.

“O estado também ganha mais valorização a partir das manifestações de arte e cultura locais se elas estiverem presentes no calendário em todas as épocas do ano, e não somente nos meses festivos. E ficamos felizes em saber que o Governo do Estado já está fazendo tudo isso pelo Maranhão”, conclui William Corrêa.

Apresentações

Em maio deste ano, o Governo do Estado lançou editais de ocupação artística e cultural para compor o cronograma de apresentações de julho a dezembro em pontos como a Casa do Maranhão, Praça da Faustina, Praça do Reggae, Concha Acústica da Lagoa da Jansen e o Espigão Costeiro da Ponta D’Areia. A seleção dos artistas por meio dos editais garante igualdade de oportunidade a todos. Os editais encerraram as inscrições no mês passado e as manifestações tiveram início no dia 12 deste mês.

Na Praça da Faustina, estão previstas apresentações de grupos de tambor de crioula todas as quartas-feiras. Na Praça do Reggae são shows e eventos culturais durante as quintas-feiras. Na Casa do Maranhão, durante as sextas-feiras, é a vez de grupos de Bumba Meu Boi (julho a outubro) e de Blocos Carnavalescos Tradicionais (novembro a dezembro).

Já a Concha Acústica, aos sábados e domingos, há apresentações de shows e performances teatrais e circenses voltadas para o público infantil. No Espigão Costeiro da Ponta da Areia está de volta o projeto Música no Espigão, com shows musicais e performances todos os sábados e domingos.

Fonte: Governo do Estado

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Intervenção no transito de São Luís

Yes

Posseidon Hotel Ltda

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista