Assembleia Legislativa do Maranhão

segunda-feira, 3 de julho de 2017
Pais de crianças em tratamento nas unidades de saúde do estado têm tido a  oportunidade de aprender um novo ofício, e, assim, aumentar a renda familiar. Por meio do projeto “Arte Culinária”, da Secretaria de Estado da Saúde (SES), desenvolvido no Hospital Nina Rodrigues (HNR), eles participam de aulas de culinária, enquanto as crianças participam de atividades lúdicas acompanhadas por fisioterapeutas e terapeutas.

“Esse é um projeto de acolhimento no sentido amplo, para toda a família do paciente. Não só para as crianças especiais, mas também para os pais, as famílias, sobretudo podendo proporcionar a eles uma geração de renda. Porque eles vêm pra cá e têm a oportunidade de aprender um ofício.  Muitas pessoas que já passaram por aqui já reforçam a renda para as suas famílias”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

O objetivo do curso é ensinar alternativas de baixo custo, por meio da produção de doces e salgados, para garantir uma renda extra para estas famílias. “No projeto, nossa instrutora, a Vovó Lourdes, ensina aos pais receitas que podem não só ser utilizadas em casa, no dia a dia, mas também para vender e gerar uma renda extra para a família. Temos vários relatos de pais que já têm uma boa renda, após os cursos feitos aqui na cozinha do Nina Rodrigues”, explicou o diretor do hospital, Ruy Cruz.

Para a experiente e premiada instrutora, Maria Lourdes Mota Serra, a ‘Vovó Lourdes’ – como foi carinhosamente apelidada pelos alunos – os dias na cozinha, ensinando o que melhor sabe fazer, são prazerosos.“Para mim é um prazer fazer isso aqui, principalmente por saber que além de fazer o que eu gosto, estou ensinando essas pessoas a alimentarem seus filhos, porque aqui a gente ensina o máximo de aproveitamento que se pode ter de cada alimento. Diversos dos meus alunos hoje fazem comida pra vender. Isso me dá muito prazer e orgulho”, contou a senhora, que trabalha há mais de 45 anos com os pacientes atendidos no Hospital Nina Rodrigues.

Uma das alunas a quem Vovó Lourdes se refere é a Laercia da Conceição Cunha Baldez, mãe da Sara Ramisa, de 15 anos. Enquanto a filha participa das atividades lúdicas promovidas pelo Hospital Nina Rodrigues, a mãe fica atenta a cada novo ensinamento compartilhado na cozinha da Vovó Lourdes. “Eu aproveito tudo o que ela ensina. É sempre bom a gente aprender algo novo e se for algo que ainda possa me ajudar como trabalho, melhor ainda”, comentou a mãe.

Ela, que já utiliza uma das receitas da Vovó Lourdes para vender empadas e, assim aumentar a renda da família, conta como o projeto beneficiou o sustento da casa e da filha. “Ajuda muito, principalmente a manter a casa e a Sara, porque ela consome muito: fralda, remédio, alimentação. As vendas já são uma grande ajuda com isso”, disse.

Humanização da Saúde

O projeto “Arte Culinária” é mais um dos projetos que a Secretaria de Estado da Saúde desenvolve com o objetivo de gerar a humanização da saúde, um conjunto de ações que disponibilizam aos maranhenses tratamentos que, em geral, vão além dos medicamentos. No caso da cozinha, o público alvo são pacientes atendidos no ambulatório do HNR e usuários dos serviços de saúde mental da Secretaria de Estado da Saúde (SES), bem como seus familiares.
Anexos

1-Projeto estimula mães a aprenderem com a culinária como obter renda extra

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Intervenção no transito de São Luís

Yes

Posseidon Hotel Ltda

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista