Mais Obras

terça-feira, 8 de agosto de 2017
O Governo do Estado, por meio das secretarias de Estado de Turismo (Sectur) e Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), realiza de quarta (09) a sexta-feira (11), a Semana dos Povos Indígenas, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, no Centro histórico de São Luís.

A semana vai promover o debate, cultura e visibilidade das tribos indígenas do Maranhão. O objetivo é estimular, na sociedade maranhense, o debate da identidade cultural dos povos indígenas, aumentando a visibilidade dessa parcela da população, por meio da valorização de suas expressões culturais materiais e imateriais e pela sua livre expressão enquanto sujeitos agentes de sua história.

O secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves da Conceição, explica que a iniciativa de realizar Semana dos Povos Indígenas é uma forma de conectar as diversas culturas e saberes que compõe o Maranhão. “Através da Semana Estadual dos Povos Indígenas, o governo do Estado e as organizações indígenas pretendem divulgar e promover as práticas culturais dos diferentes povos indígenas que habitam o Maranhão e possibilitar um encontro de culturas e saberes com os outros povos que formam a população do Estado”.

Para a coordenadora de articulação dos Programas de Proteção da Sedihpop, Thayane Teixeira, a Semana vai promover a reflexão envolvendo a questão cultural e, também, os direitos dos indígenas. “É um momento que vai gerar o debate, fomento a cultura e às tradições. Tem uma programação vasta para gerar reflexão a cerca dos direitos e desafios enfrentados pelos índios na atualidade”.

A data de abertura da Semana foi escolhida por ser o Dia Internacional dos Povos Indígenas, estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1995 para demonstrar o reconhecimento internacional em relação a esses povos, que ainda possuem direitos negados.

PROGRAMAÇÃO

9 DE AGOSTO
9h às 10h - Solenidade de abertura
Local: Teatro Alcione Nazaré, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, Centro Histórico de São Luís
Cantos Cerimoniais do Povo Canela

10h às 12h – Palestra: Povos Indígenas no Brasil: desafios e perspectivas na atualidade
Participantes Convidados:
Prof. Dr. Alfredo Wagner Berno de Almeida – Coordenador do Projeto Nova Cartografia Social e Política da Amazônia – UEA
Sônia Bone Guajajara – Coordenadora da Associação dos Povos Indígenas do Brasil –APIB
Local: Teatro Alcione Nazaré

12h – Abertura das Exposições Fotográficas, Arqueológica e Etnográfica
Apresentação Cultural: Cantos Tenetehara
Galeria Valdelino Cécio – Centro de Criatividade Odylo Costa, filho
Apresentação Cultural

12h30 – almoço (Casa do Maranhão)

14h às 15h – Oficina 1: Cestaria Tradicional Canela
Ministrante: Juliana Jilot Canela
Local: Sala de Multimídia – 20 participantes

15h30 – 17h30 – Mesa Redonda 1 – Jovens Indígenas: avanços e desafios na educação superior
Participantes Convidados:
Magno Guajajara – Estudante da UEMA
Vladimir Rodiporo Canela – Licenciatura Intercultural – UEMA
Kari Guajajara – Estudante de Direito – UFMA
Valquíria Torres Tremembé – Estudante de Serviço Social – CEUMA
Prof. Draª Marivânia Furtado (Representante da Comissão do Curso em Licenciatura Intercultural – UEMA)
Mediação: Ana Carolina Ramos – doutoranda em Antropologia – USP
Local: Teatro Alcione Nazaré

17h30 – Apresentação Cultural – Cantos e Danças Cerimoniais Indígenas
Local: Anfiteatro Beto Bitencourt

18h30 – Jantar (Casa do Maranhão)
19h às 20h – Etnocine – Mostra de filmes etnográficos
Local: Anfiteatro Beto Bitencourt

10 DE AGOSTO
Apresentação Cultural

9h às 10h – Oficina 2: Língua Tupi Guarani
Local: Sala de Multimídia – 20 participantes

10h às 12h – Mesa Redonda 2
Ritos de Passagem: A Festa do Ketwayê dos Canela
Ritos de Passagem: Festa da Barriguda dos Krikati
Local: Teatro Alcione Nazaré

12h – Apresentação Cultural

12h30 – Almoço (Casa do Maranhão)

14h às 15h – Oficina 3: Pintura corporal Krikati e Guajajara
Local: Sala de Multimídia – 20 participantes

15h – 17h – Mesa Redonda 3 – Os Krenyê, os Tremembé e os Gamela: a Luta por Território e Reconhecimento Étnico no Maranhão
Local: Teatro Alcione Nazaré

17h30 – Cortejo Cultural dos Povos Indígenas

18h30 – Jantar (Casa do Maranhão)

19h30 às 20h30 – Exibição do documentário: A Festa dos Encantados
Local: Cine Praia Grande

11 de agosto – sexta feira – manhã
9h às 10h – Oficina 4: Cantos e Narrativas tradicionais dos Canela

10h às 12h – Mesa Redonda 4 – Ritos de Passagem
Festa do Kãwi dos Ka’apor
Festa dos Rapazes dos Tenetehara
Local: Teatro Alcione Nazaré

12h – Apresentação Cultural

12h30 – Almoço (Casa do Maranhão)


11 DE AGOSTO
14h às 15h – Reunião de Articulação da Audiência Pública com os Povos Indígenas – COAPIMA e Assessoria da Assembleia Legislativa
Local: Sala de Cursos – Centro de Criatividade Odylo Costa Filho

Encerramento
15h às 18h – Show: Talentos Indígenas
Local: Galeria Valdelino Cécio


Feira Arte e Artesanato Indígena
Período: 09 de agosto a 11 de agosto – diariamente
Local: em frente ao Odylo Costa, filho – Praia Grande

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Yes

Posseidon Hotel Ltda

Feirinha São Luís

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista