Assembleia Legislativa do Maranhão

segunda-feira, 25 de setembro de 2017
Piscicultores do centro sul maranhense resolveram procurar o Sebrae para ajudá-los a articular e criar a Câmara Técnica Setorial de Aquicultura e Pesca do Maranhão, uma instância consultiva para discutir assuntos referente à atividade, propondo ações de desenvolvimento de toda a cadeia produtiva. A reunião aconteceu na 14ª Semana Nacional do Peixe, promovida de 1º a 15 deste mês pelo Ministério da Agricultura com o objetivo de estimular o consumo e ampliar o conhecimento da produção de peixe no país.

Atento à necessidade dos piscicultores e vendo como salutar a união dos mesmos em benefício do fortalecimento da atividade econômica no estado, o Sebrae reuniu-se com eles  durante o Salão do Empreendedor, evento da instituição realizado dentro da programação da 17ª Feira do Comércio e da Indústria de Imperatriz – Fecoimp.  O encontro foi organizado pela regional do Sebrae em Balsas e contou com a participação do diretor superintendente da instituição no estado, João Martins e do presidente da Cooperativa dos Piscicultores do Sul do Maranhão (Coopsulma), Celso Zamignan.

Na pauta, as discussões giraram em torno dos benefícios e da força que a Câmara Técnica Setorial proporcionará para o desenvolvimento da piscicultura em todo o estado. Durante a reunião, foi formada uma comissão provisória para estudar a legislação e buscar apoio das cooperativas de aquicultura e pesca do estado. Ainda foi definido que dia 06 de outubro será realizada uma reunião na sede do Sebrae em São Luís para apresentar os resultados das demandas e fundamentar a conclusão da criação da Câmara Técnica Setorial. 

O presidente da Coopsulma destacou o interesse da cooperativa ao apoiar a criação da Câmara Técnica Setorial de Piscicultura do Maranhão, assim como acredita que a instância muito contribuirá para o desenvolvimento da atividade no estado. “Este é o primeiro de alguns debates que irão ocorrer para a criação desta Câmara Setorial. O nosso objetivo é fortalecer os piscicultores e discutir problemas que temos em comum em todo o estado, tais como poços e leis ambientais. A criação desta Câmara Setorial vai beneficiar todos os piscicultores do Maranhão e não somente de uma região isolada”, informa Celso Zamignan.

Os piscicultores, que querem o Sebrae envolvido no processo de criação da instância consultiva do setor, ouviram do diretor superintendente da instituição que é importante entender primeiramente como funciona uma Câmara Setorial e quais os caminhos que devem ser percorridos até a sua concretização. 

“A participação do Sebrae nesse processo de construção da Câmara Técnica Setorial é de orientador. Vamos orientá-los na formatação da instância consultiva, um espaço onde as forças produtivas do estado na área de piscicultura estarão trabalhando em conjunto para discutir, formular e interagir com o governo do estado. Da mesma forma, conversaremos com o poder público federal, no sentido de buscar soluções e parcerias para o desenvolvimento da atividade econômica no estado”, ressaltou Martins.

O executivo informou que o Sebrae executa projetos de atendimento a produtores de peixe nos municípios de Balsas, Grajaú, Pinheiro, Santa Inês e São Luís.  “No total, mais de 30 municípios são beneficiados pelas ações executadas, tanto as voltadas para a capacitação dos piscicultores quanto para a produção e comercialização do peixe”, disse.

Representando a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Maranhão (Sagrima) na reunião, José Pereira, informou que uma Câmara Técnica Setorial de Piscicultura aproxima os produtores ao governo e, por meio dela, os produtores de diversas regiões do estado terão a oportunidade de serem ouvidos.

“A Sagrima acredita que é de extrema importância a criação desta Câmara Setorial. Ela é o espaço propício para os piscicultores discutirem suas demandas, levando-as ao conhecimento do governo para que, juntos com todos os parceiros, as soluções para o setor sejam encontradas. O Sebrae é de extrema importância nesse processo de implantação da Câmara Setorial e para o desenvolvimento da atividade no estado”, aponta Pereira.

Reestruturação

No final de agosto, em São Luís, o presidente da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp-MA), Júlio César Mendonça, esteve reunido com o diretor superintendente do Sebrae, João Martins, para tratativas sobre a reestruturação das Câmaras Técnicas Setoriais no estado, a começar pela de Ovinocaprinocultura.

“Quando o Governo do Estado criou as Câmaras Técnicas Setoriais, há alguns anos, o Sebrae participou da implantação de três delas diretamente – a da Cadeia Produtiva do Leite, de Ovinocaprinocultura e a de Horticultura. Temos, portanto, experiência, além do diálogo aberto com o poder público estadual, para que possamos ajudar e apoiar os produtores de peixe na implantação da Câmara Técnica Setorial de Piscicultura do Maranhão. O Sebrae se colocou à disposição dos piscicultores para contribuir no que for possível, dentro de nossa expertise institucional”, ressaltou Martins, destacando que já vai conversar com o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça sobre o que foi discutido na reunião em Imperatriz. “Temos certeza que essa reivindicação dos piscicultores será atendida, porque a atividade já se tornou bastante relevante economicamente, quando se trata de agricultura familiar no Maranhão”, sinalizou o diretor superintendente do Sebrae estadual.

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Intervenção no transito de São Luís

Yes

Posseidon Hotel Ltda

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista