quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018
Entre as personagens mais tradicionais do Carnaval de rua do Maranhão destacam-se os Fofões, figura que se caracteriza pelo macacão colorido e folgado de chita e máscara horripilante, com nariz longo e confeccionada a base de papel machê. Mas segundo os historiadores essa tradição – de confeccionar as máscaras e sair fantasiado de Fofão está se perdendo no Estado, tanto entre as crianças quanto entre os adultos. Para os folcloristas é preciso resgatar essa brincadeira, o que começa com o ensino da fabricação das máscaras feitas de papel.

Por isso, uma inciativa do Grupo Potiguar merece destaque por ter incentivado de forma dupla, a manutenção dessa tradição entre as novas gerações e ao mesmo tempo que promoveu uma prática inovadora de sustentabilidade à partir da reciclagem de papel de propaganda da empresa, que ganhou uma destinação mais nobre e cultural que o lixo.

Estamos falando da promoção da Oficina de Máscaras de Fofão que a Potiguar realizou em conjunto com o CRA´S da Vila Luizão e que beneficiou 45 jovens da comunidade, com idades entre 8 a 16 anos.

Durante quatro dias, os jovens e crianças da Vila Luizão participaram ativamente das aulas de confecção de máscaras de Fofão, que foram ministradas pela artista plástica Kátia Castro, que usou a técnica de papel machê, a qual faz uso de cola, tintas e no lugar do tradicional papel ou jornal, nesse caso foram utilizados panfletos, encartes e folders de propaganda da Potiguar que seriam descartados no lixo.

“Essa ação reuniu na mesma iniciativa o resgate cultural de uma prática carnavalesca, a inclusão social de jovens da periferia, arte terapia e sustentabilidade, uma vez que fomentou a reciclagem de materiais utilizados nas lojas do grupo, como a principal matéria – prima utilizada na confecção das belas máscaras de Fofão, que esse ano foram usadas no Carnaval de rua da Vila Luizão pelos jovens, ajudando a manter essa tradição viva naquela comunidade. Estamos orgulhosos em ajudar a manter viva essa tradição do Fofão e ao mesmo dar um exemplo de sustentabilidade”, destaca o Gerente de Marketing da Potiguar Adriano Pestana.

Cada vez mais o Grupo Potiguar avança nas práticas de sustentabilidade e responsabilidade social. Iniciado em 2017, um outro projeto similar a esse é o de Oficina de Lonas, iniciado desde 2017 e que consiste em

cursos de costura de lonas que antes eram  usadas em banners de propaganda da empresa, e nessas oficinas se transformam em produtos diversos – estojos, bolsas, aventais e sacolas. O sucesso foi tanto, que o projeto terá continuidade nesse ano de 2018. E agora a Potiguar inova novamente ao usar os encartes impressos de propaganda da empresa como matéria prima para essa as Oficina de Máscaras. Antes dessa Oficina de Máscaras de Fofão, a grupo promoveu outra Oficina de Máscaras Venezianas, que beneficiou um grupo de idosas do bairro Sol e Mar , no início de fevereiro.

A instrutora Kátia Castro elogiou a iniciativa do Grupo Potiguar, que segundo ele vai muito além da sustentabilidade:

“É muito importante incentivar a arte, principalmente se for com idosos e crianças, que ganham uma rica oportunidade para interagir socialmente, além de aprenderem novas habilidades e com elas, terem novas possibilidades de geração de trabalho e renda para suas famílias”, enfatizou a artista plástica e professora.

0 comentários:

Postar um comentário

Hotel Pousada do Buriti

Hotel Pousada do Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Cidadão limpeza

Yes

Posseidon Hotel Ltda

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista