São João do Maranhão 2019

São João do Maranhão 2019

Assembleia Legislativa do Maranhão

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019
Atentos a uma das histórias mais marcantes da crônica policial do Brasil, ocorrida em 12 de junho de 2000, no Rio de Janeiro, o público prestigiou o filme “O Sequestro do ônibus 174”, durante a abertura da programação de férias ofertada pela Biblioteca Pública Benedito Leite. O evento é aberto ao público.  A ação é mais uma promoção do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur).

A atividade está sendo realizadas todas as quartas-feiras, a partir das 17h, no auditório da Biblioteca Pública Benedito Leite.  Todas as temáticas que serão apresentadas em películas, durante as férias de janeiro, trazem questões sociais do cotidiano. “Hoje a gente inicia essa programação que seguirá diversificada, trazendo conteúdos sociais. Assuntos que a gente possa abrir para um debate no final de cada exibição e discutir, evidenciando o fortalecimento das ideias”, comentou a diretora da Biblioteca Pública Benedito Leite, Aline Nascimento.

Com a revitalização da Praça do Pantheon, no Centro de São Luís, a Biblioteca Pública Benedito Leite se tornou mais atrativa e com acesso de volta pela entrada principal, o que cativou o estudante Luís Anselmo Fernandes, de 20 anos.  “Muito interessante esta programação, até porque em outras cidades que eu conheço, elas têm sempre a sua cultura em destaque, e aqui não poderia ser diferente. Antigamente era muito oculto, quando tinha as pessoas não sabiam. Agora está sendo muito mais divulgado e isso é muito bom, porque as pessoas têm acesso para se envolver culturalmente”, avalia.

Quem também contemplou o filme foi o ator Thallison Moreira, que falou da importância sobre o aproveitamento dos espaços públicos para a realização de eventos que incentivam a arte e a cultura. “Eu acho importante porque não fica refém dessa educação cultural que as pessoas acreditam que deva existir somente na época de escola. A gente vive um processo de falta de cultura da população o que acarreta em escolhas erradas, como dos nossos governantes, e até mesmo escolhas profissionais não muito acertadas. Muito disso é devido a falta de cultura na escola. Estes tipo de iniciativas, como a que acontece hoje aqui, possam pegar informações e deter conhecimentos”, expressa.

A pedagoga e especialista em produção cultural e acessibilidade Cultural, Alessandra Pajama, um dos nomes de referência na militância em prol da pessoa com deficiência, esteve na sessão e pontou sobre o acesso à cultura. “Mais um importante de passo da Sectur e Biblioteca que vem desenvolvendo várias ações no campo não só da cultura, mas da cultura acessível e inclusiva. É a gente conseguir discutir temas relevantes de direitos humanos, sem esquecer da acessibilidade. Com isso, a gente tem uma transversalidade, conseguindo falar com os mais diversos setores”, comenta.

Com uma programação especial voltada para crianças, jovens e adultos, a Biblioteca está oferecer  duas sessões diárias de contação de histórias, e a semanal de cinema com recursos de acessibilidade.

Do Filme

O sequestro do ônibus 174 foi um episódio marcante da crônica policial do Rio de Janeiro, no Brasil. No dia 12 de junho de 2000, às 14h20m, o ônibus da linha 174 (atual 158) (Central–Gávea) da empresa Amigos Unidos ficou detido no bairro do Jardim Botânico por quase 5 horas, sob a mira de um revólver, por Sandro Barbosa do Nascimento, sobrevivente da Chacina da Candelária.  A infância de Sandro Barbosa do Nascimento é retratada em filme documentário Ônibus 174, do diretor José Padilha, e conta como foi determinante para a concepção de uma personalidade criminosa. Um dos relatos é o de Sandro Barbosa do Nascimento ter presenciado o assassinato de sua própria mãe aos 8 anos de idade

Com uma programação especial voltada para crianças, jovens e adultos, a Biblioteca vai oferecer duas sessões diárias de contação de histórias (10h manhã e 16h) e uma semanal de cinema com recursos de acessibilidade.

A sessão de cinema será realizada no auditório da Biblioteca, sempre às quartas-feiras, às 17h, tendo na grade de exibição filmes como Ônibus, Sinhá Moça, Encontros e Desencontros de amor, curtas infantis, todos com recursos de audiodescrição.

Mais atividades em janeiro

Outras atividades também estão previstas para este mês de janeiro. Mais uma edição do Lendo as Férias na Biblioteca e uma atração cultural com ocupação dos jardins onde serão realizados bate-papos com autores maranhenses.

Fonte: Sectur 

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel