Prefeitura de São Luís

Assembleia Legislativa

quarta-feira, 20 de março de 2019
Encantamento, diversão e música marcaram as comemorações pela data, celebrada em 20 de março; equipe de contadoras,criada na gestão do prefeito Edivaldo, receberá premiação nacional em São Paulo pelo trabalho realizado nas escolas do município


No dia em que se comemora o Dia do Contador de Histórias, 20 de março, a equipe de contadoras da Prefeitura de São Luís levou encantamento em forma de historinhas e músicas para as crianças da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Emir Justino, no São Bernardo. A equipe, vinculada à Secretaria Municipal de Educação (Semed) por meio da Coordenação do Livro Infantil, criada na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, ganhou reconhecimento nacional e receberá, em abril, o Troféu Baobá, em cerimônia no Centro Cultural Teatro Leopoldo Froes, em São Paulo.

O trabalho desenvolvido pelas contadoras acontece ao longo do ano, com apresentações nas escolas da Educação Infantil da rede municipal. Para o secretário Moacir Feitosa, as histórias são instrumentos importantes na formação das crianças. "Elas estão na fase de desenvolver o lado cognitivo, processando informações e as histórias são instrumentos importantes para a aprendizagem como um todo. Estas ações são sempre estimuladas pelo prefeito Edivaldo" disse o secretário.

Para a gestora da escola, Diangela Nunes dos Santos, este é um momento de a criança experimentar sensações e aprender. "As historinhas são de grande importância para o repertório das crianças. Com esta vivência, eles experienciam sensações diferentes, saberes diferentes, por meio das cores, músicas e magia", pontuou.

A coordenadora pedagógica Neuza Torres Lopes, enfatiza que esse momento é uma fonte de aprendizagem. "A criança utiliza muito o imaginário, e por meio das historinhas isso é muito mais desenvolvido. A criança viaja, brinca e aprende a linguagem oral e escrita", disse.

E a pequena Loren Sofia, 4 anos, confirma. "Gostei muito da história da vaca Mimosa. Ela queria ficar bonita com a flor, a flor é linda, mas a vaca já era bonita", disse repetindo a lição aprendida com a historinha.


RECONHECIMENTO

O Troféu Baobá, premiação instituída pelos Coletivos de Contadores de Histórias Grupo Paulistano Línguas Encantadas e Encantantes e Grupo Paulista Contadores do Reino, distingue anualmente personalidades da arte narrativa, movimentos, coordenadorias, escritores e editoras que, com suas práticas, fortalecem as artes literárias e narrativa, contribuindo para a valorização do livro e despertam o gosto pela tradição oral.

Para a coordenadora do Livro Infantil, Sinara Coelho Lima Rodrigues, o troféu é o reconhecimento do trabalho desenvolvido pela equipe. "Desenvolvemos um trabalho com planejamento, dedicação e amor, e estamos colhendo os frutos com este reconhecimento nacional. Estamos trazendo o Troféu Baobá para as crianças da rede municipal", pontuou.

A contadora Rosângela Souza, que também confecciona todos os elementos utilizados para a contação, como fantoches e demais recursos, concorda com Sinara em que este é o reconhecimento do trabalho delas. "É uma vitória, o reconhecimento do trabalho que desenvolvemos. Tudo é feito com muito amor e preocupação na escolha das histórias, porque elas têm que ser divertidas e também instrumento de aprendizado adequado à idade delas", lembrou.

As contadoras da rede municipal vão fazer a abertura da solenidade do Troféu Baobá. Na ocasião, elas vão apresentar três lendas que contam um pouco da história do Maranhão. São elas: "A lenda da serpente encantada", "A lenda do Olho d'Água" e "A origem da farinha", de origem dos índios Tenetehara.


CONTADORAS

A equipe de contadoras de histórias da Semed é composta por Sinara Coelho Lima Rodrigues, coordenadora do Livro Infantil; Rosângela Teixeira Souza; Luciane Silva de Souza Cunha; a estagiária de Pedagogia, da Universidade Estadual do Maranhão, Márcia Pinheiro e Raissa Diniz Borralho Serejo. Esta última, faz o diferencial desta equipe, pois é uma contadora muda, que faz a contação na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel