Prefeitura de São Luís

Assembleia Legislativa

quarta-feira, 28 de agosto de 2019
Uma união de esforços em busca de melhorias nos indicadores de qualidade da aprendizagem nas redes públicas de ensino do Maranhão. Com esse objetivo, cerca de 500 articuladores pedagógicos regionais e municipais participaram, na tarde desta quarta-feira (28), da abertura do 1º Seminário Formativo do Pacto pela Aprendizagem e Adesão à Busca Ativa Escolar, que tem como objetivo consolidar o Regime de Colaboração entre o Governo do Estado e 215 Prefeituras Municipais que aderiram ao pacto, no enfrentamento da exclusão escolar e melhoria da qualidade educacional maranhense.

Instituído pelo Governo do Estado, com o objetivo de intensificar o regime de colaboração entre Estado e municípios, melhorando a aprendizagem e elevação dos índices de permanência dos estudantes no ambiente escolar, o Pacto pelo Fortalecimento da Aprendizagem conta com a parceria do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Famem (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão) e Escola de Governo do Maranhão (EGMA).

Em seu discurso durante a cerimônia de abertura, o governador Flávio Dino destacou a importância da busca por parcerias que auxiliem no fortalecimento do movimento pela qualidade da educação do Maranhão.

É importante que nós fortaleçamos o movimento pela qualidade da educação no Maranhão e, neste caso, o Unicef tem um papel fundamental na mobilização e na qualidade técnica das nossas experiências, ao mesmo tempo que fazemos isso com a participação dos municípios, porque é um sistema educacional que deve remar na mesma direção, caminhar no mesmo rumo. Neste caso buscando sempre a motivação para a aprendizagem por parte dos nossos estudantes”, declarou Flávio Dino.

“Plantar educação exige coragem, porque significa mobilizar recursos e, às vezes, não ser adequadamente compreendido no seu tempo. A escola, a aprendizagem e a educação incidem sobre o núcleo de todos os dramas que o país vive, que se chama desigualdade. E a desigualdade é tão perversa, que ela se alimenta de modo contínuo e automático se você não a enfrenta”, reforçou o governador.

Como forma de oferecer ainda mais recursos que auxiliem nessa tratativa, durante a abertura do 1º Seminário o Governo do Maranhão assinou Termo de Adesão à Busca Ativa Escolar, uma plataforma gratuita de tecnologia social que visa contribuir com os municípios e os estados e que é desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef), em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

A Busca Ativa é uma plataforma digital para que os gestores identifiquem nos seus territórios quais são aquelas crianças e adolescentes que estão fora da escola e possa encaminhá-las para ter frequência regular.

Anyoli Sanabria Lópes, chefe do Território Amazônico do Unicef no Brasil, afirmou que o Unicef e o Governo do Maranhão tem essa parceria para melhorar tudo o que tem a ver com o direito da educação das crianças e adolescentes, e que essa união forma parte da estratégia do Selo Unicef onde são trabalhadas duas metas: melhorar todos os indicadores de evasão escolar; e, depois que eles já estão dentro da escola, que eles aprendam e que essa aprendizagem seja significativa para a vida deles.

“O Unicef defende que criança fora da escola não pode e criança dentro da escola sem aprender também não pode. E o Governo do Maranhão está abraçando esse mesmo objetivo nosso. Pactuamos, então, por essa ação conjunta, que é a formação dos grupos de gestores dos municípios, para ir em busca de crianças e adolescentes que estão fora da escola, trazer elas para a escola e fazer com que permaneçam e aprendam”, disse Anyoli Lópes.

Durante o Seminário, além de refletir sobre a qualidade na educação e fortalecer o motivo da existência do Pacto pela Aprendizagem aos articuladores dos 215 municípios maranhenses, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, apresentou os resultados do Sistema de Avaliação do Maranhão (Seama) e os índices educacionais já alcançados pelo Maranhão, reforçando que este é mais um momento importante de continuidade do Programa Escola Digna, que agora tem um foco ainda mais pedagógico.

“Essa é apenas uma etapa de formação desses articuladores, que retornarão para seus municípios para multiplicar as formações sobre gestão por resultados, gestão profissional na educação, entre outros temas debatidos aqui. E também é um momento muito importante, pois formalizamos um protocolo com a Unicef para a busca ativa dos nossos estudantes, algo que já acontece em outros estados e tem gerado bons resultados. Precisamos garantir que nossos estudantes estejam dentro da escola e efetivamente aprendendo. Esse é o nosso principal objetivo, que resultará na melhoria dos índices educacionais do nosso estado”, disse Felipe Camarão.

Para a articuladora municipal do município de Parnarama, Lidiane Noronha, as formações são de suma importância para a troca de experiências com secretarias de todo o Maranhão e são os estudantes de todo o estado que têm a ganhar.

“O pacto visa melhorar os nossos índices, não só a rede estadual, mas também as redes municipais. Estamos há 3 dias em São Luís em formação e é um momento impar para nossa educação. Agora retornamos para nossos municípios com conhecimento para repassar aos professores da nossa rede, para que de fato esse momento venha se efetivar de forma a garantir bons resultados ao nosso município e ao estado”, contou a articuladora.

“Eu acredito que todos os articulares pedagógicos que tiveram a oportunidade de estar aqui compartilhando experiências, absorvendo o que os formadores passaram para nós, voltarão com uma bagagem muito rica. Sabemos que os municípios vêm enfrentando grandes dificuldades em termos de qualidade da educação. Os resultados apresentados pelo Seama foram um reflexo bem importante para que tomássemos esse conhecimento. A partir da análise desses dados que o sistema apresentou poderemos sim fazer as intervenções pedagógicas para que consigamos encontrar êxito em nossas práticas educativas”, afirmou Aleksson Moraes, articulador municipal de Pedro do Rosário.

Informação: Educação.MA 

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel