Prefeitura de São Luís

Assembleia Legislativa

sexta-feira, 30 de agosto de 2019
Equipamentos vão auxiliar no monitoramento e otimizar na locomoção dos guarda-vidas nas duas praias que são de responsabilidade do Corpo de Salva-Vidas da Prefeitura


Em ações de salvamento de vítimas de afogamento, o tempo é fator primordial para evitar fatalidades. A Prefeitura de São Luís, que já faz um serviço de prevenção contra sinistros envolvendo banhistas nas praias da Ponta d'Areia e Olho d'Água, por meio do Corpo de Salva-Vidas, guarnição da Guarda Municipal vinculada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), reforçou ainda mais o serviço com a entrega de quatro quadriciclos que vão auxiliar no monitoramento e otimizar na locomoção dos guarda-vidas de um ponto a outro destas duas praias cuja segurança é de responsabilidade do município. Os veículos foram entregues nesta sexta-feira (30), no Centro de Atendimento ao Banhista na Praia da Ponta d'Areia em mais uma ação da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior que tem como intuito garantir mais segurança para população e condições de trabalho para equipe de salva-vidas.

Para o secretário municipal de Segurança com Cidadania, Heryco Coqueiro, os quadriciclos fortalecerão ainda mais a ação preventiva de monitoramento dos banhistas da orla de São Luís. O que evitará qualquer tipo de situação de risco, tornando o lazer no mar ainda mais seguro para a população. "Com a entrega dos veículos, o prefeito Edivaldo cumpre mais um compromisso com a Semusc, que é o de continuar a investir na segurança da população e nos agentes salva-vidas, que ganharão tempo no resgate com a utilização dos equipamentos e, consequentemente, vão atender melhor os banhistas", destacou o titular da Semusc.

A aquisição dos veículos é proveniente de recursos próprios da Prefeitura de São Luís. Os quadriciclos têm estruturas leves e fabricação idealizada para preservar o meio ambiente e não interferir na fauna e flora das praias de São Luís. O primeiro dia de uso será no sábado (31), quando as duas praias deverão receber um fluxo maior de banhistas e turistas.

A prevenção contra afogamentos na Ponta d'Areia e no Olho d'Água recebeu reforço ainda no início da gestão do prefeito Edivaldo, por conta disso, desde 2014 até o presente momento, não há registros de tragédias na orla monitorada envolvendo banhistas. O serviço do Corpo de Salva-Vidas do município se divide entre as duas praias e funciona 24 horas por dia. Nos fins de semana e feriados, o contingente de guarda-vidas é dobrado.


Além dos quadriciclos, o Corpo de Salva-Vidas da Prefeitura conta com embarcação (lancha), equipamentos de reanimação, pranchas, colar cervical, talas moldáveis, materiais de primeiros socorros, nadadeiras, tubo de resgate e um conjunto de materiais flutuantes, além de uma torre de observação que abriga o salva-vidas e dá visão do movimento na orla.

O comandante da Guarda Municipal de São Luís, Antônio Fonseca, agradeceu ao prefeito Edivaldo pelo pronto atendimento à solicitação da guarnição que resultou na aquisição dos quadriciclos. "Esses veículos eram um anseio antigo do Corpo de Salva-Vidas e agora temos certeza que vão ajudar na prevenção de afogamentos na nossa orla marítima", afirmou.

TRABALHO NA ORLA MARÍTIMA

O coordenador do Corpo Salva-Vidas da Guarda Municipal, Edilson Menezes, explicou que a atuação do grupo é exclusiva nas praias da Ponta da d'Areia e do Olho d'Água porque as de São Marcos e do Calhau, por onde passa a Avenida Litorânea, estão sob a supervisão do Corpo de Bombeiros Militar do Estado, que também possui equipamentos adequados para fazer o monitoramento dessas orlas.

"O nosso trabalho vai além do resgate, pois também fazemos atendimentos envolvendo banhistas com fraturas de ossos, desmaios ou queimaduras provenientes de caravelas, animais marinhos que costumam aparecer na orla de São Luís, principalmente no mês de agosto", afirmou.


Com a aquisição dos quadriciclos, o coordenador espera que o deslocamento do resgate seja mais célere, pois em caso de afogamentos distantes da praia, os agentes vão encurtar o tempo de chegada até a vítima. "Ao invés de correr até o local, o salva-vida vai se deslocar no veiculo e chegar com mais folego para enfrentar o mar e socorrer o banhista em situação de perigo", afirma.

Informação: Agência São Luís 

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel