Assembleia Legislativa

domingo, 15 de setembro de 2019

Áreas estruturadas para uma diversidade de ações de entretenimento, esporte, cultura e diversão, o Parque Estadual do Rangedor é a nova alternativa em São Luís para momento de lazer. Inaugurado no início do mês, o parque conta com oito praças dotadas de equipamentos para atividades físicas e playgrounds voltados ao público infantil, além de uma vila de food trucks, estacionamento e Batalhão de Polícia Ambiental. A área é uma unidade de conservação ambiental que compreende cerca de 120 hectares – destes, mais de 90% preservados e cerca de 7% revitalizados com o projeto do Governo do Estado.

“É um espaço para as pessoas aproveitarem, para as famílias visitarem com seus filhos e ensinar a eles um pouco sobre preservação do meio ambiente. O projeto de revitalização do trecho degradado foi planejado para acolher, oferecer opção de divertimento e prática esportiva, além de promover a recuperação da área. Essa iniciativa integra a política do Governo do Estado que está mudando a situação de unidades ambientais da capital e em outras cidades com iniciativa de revitalização e melhorias em infraestrutura, sempre seguindo norma vigente. Que todos possam usufruir e cuidar deste parque”, pontuou o secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), Rafael Ribeiro.

Na tarde de sábado (14), crianças, jovens e adultos ocuparam o parque aproveitando a variedade de opções. A Praça do Esporte foi uma das mais frequentadas. O espaço possui duas quadras poliesportivas (uma quadra de areia e outra para jogar tênis), academia, um parquinho equipado para as crianças, pista de caminhada e ciclovia com 3,5 quilômetros de extensão.

“Muito bonito esse espaço e o projeto bem elaborado. Agora, a cidade tem mais essa opção para as pessoas se reunirem e para alguma atividade. Com essas melhorias, o parque está bem aproveitado”, disse a técnica de enfermagem Maria do Amparo Rodrigues, 34 anos.

Para um bom lanche, a vila de food trucks possui veículos equipados com uma variedade de opções para atender os visitantes do parque, seja quem vai para se exercitar, curtir com a família e amigos, ou mesmo, descansar enquanto contempla a natureza.

A caminhada foi a opção do casal de comerciantes Maria Anunciação, 34 anos, e Miguel Duarte, 38. “É um espaço bonito, seguro, com diversas alternativas para fazermos atividades, tudo gratuito e de muita qualidade”, pontuou Miguel Duarte.

Outros parques já foram revitalizados e estruturados pelo Governo do Estado e entregues à população como o Complexo Ambiental da Área de Proteção Ambiental do Itapiracó, em São Luís; o Parque Ambiental de Codó; e o Parque Centenário, em Balsas. Estão em construção os parques ambientais de Bacabeira, Timon, Anapurus e Arari. Existe ainda planejamento de ações para parques nas cidades de Vila Nova dos Martírios e Brejo.

Serviço

O Parque do Rangedor tem entrada pela Avenida Luís Eduardo Magalhães (ao lado do Sebrae do Cohafuma) e Rua Búzios (paralela à Avenida dos Holandeses) e está aberto à visitação todos os dias, das 5h às 22h.

Política ambiental

O Governo do Estado intensifica a política de preservação dos parques ambientais, além de um conjunto de ações neste sentido, desde 2015. Essas ações foram reforçadas a partir da Lei Estadual nº10, de 2016, aprovada na Assembleia Legislativa, em que as estações ecológicas foram classificadas na categoria de Parque Ambiental, podendo receber intervenções em áreas degradadas.

O Parque do Rangedor está inserido no Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC), Lei Federal nº 9.985, de 18 de julho de 2000, e Lei Estadual nº 9.413, de 13 de julho de 2011.

O projeto no Rangedor foi executado pela de Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, em uma área alvo de queimadas, despejo de lixo e prática ilegal de caça. O reflorestamento da área degradada também compõe o projeto de revitalização, integrando as ações do programa Maranhão Verde.

Informação: MA.gov 

0 comentários:

Postar um comentário

Fiema

Pousada do Buriti

Yes

Duvel