Assembleia Legislativa do Maranhão

sábado, 29 de abril de 2017
O Centro Histórico de São Luís ganhou mais uma Casa de Cultura completamente reformada pelo Governo do Estado. O prédio do Centro de Artes Cênicas do Maranhão (Cacem) foi reinaugurado pelo governador Flávio Dino na noite desta sexta-feira (28), depois de passar por ampla revitalização em toda sua estrutura. O novo espaço dará dignidade e melhores condições e marca momento histórico da formação teatral de maranhenses.

Localizado na Rua de Santo Antônio, nº 166, em São Luís, o prédio foi usado pela Escola de Música do Estado do Maranhão - Lilah Lisboa de Araújo, durante dez anos, quando recebeu sua única reforma, no ano de 1987. O Cacem começou a funcionar no local somente em 1997. Desde então, a estrutura ficou sem reparos, o que deteriorou completamente a estrutura.

O governador Flávio Dino enfatizou que hoje o Maranhão possui uma política cultura permanente, e não só em épocas como São João e Carnaval, como acontecia no passado. “É claro que o São João, o carnaval são momentos especiais da nossa ação cultural. Porém é preciso compreender que política cultural se deve fazer o ano inteiro, todos os dias. E os centros de formação, as escolas, tem um papel fundamental nisso”, destacou.

Ele sublinhou ainda que reuniu com todos os diretores de casas de cultura pessoalmente e, juntos, verificaram que todas as estruturas estavam precisando de manutenção e reforma. “O Cacem que foi requalificado é um prédio que estava abandonado, cumpre a função de valorização do centro da cidade, desse belíssimo patrimônio histórico que o Maranhão possui. E claro que é um estímulo aos professores e alunos para que eles possam ajudar naquilo que é fundamental e dá sentido à vida, que é a imaginação, a criação, a criatividade, dimensões que somente a arte e a cultura podem nos transmitir”, reiterou.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo, Diego Galdino, destacou que o Cacem segue um cronograma para a revitalização de todas as casas de cultura, conforme o programa ‘Mais Cultura e Turismo Infraestrutura’, implementado pelo governador Flávio Dino e que pretende dar condições de funcionamento para prédios que há muito tempo não recebiam nenhum tipo de reforma ou manutenção.

“Nós recebemos a gestão a Secretaria com as casas praticamente no chão, sem dignidade para os alunos e frequentadores. Já conseguimos entregar o Convento das Mercês, a Escola de Música do Maranhão e como parte desse projeto estamos entregando o Cacem, acredito que um dos prédios em condição mais críticas, com 30 anos sem intervenção físicas e estruturais. Assumimos e em 45 dias estamos deixando um espaço digno para o alunos, passando desde a reforma na parte elétrica ao forro, que estava prestes a cair, hoje estamos transformando isso, para que eles tenham oportunidade e condições para se tornarem artistas”, explicou Diego Galdino.

Durante dois meses, o Cacem recebeu reparos no telhado, forro, piso, instalações elétricas e hidráulicas, além de uma nova pintura que colabora para um ambiente mais agradável e atrativo para alunos e professores.

A reforma também fez com que, lugares do prédio antes isolados pela falta de manutenção, se transformassem em novos espaços e salas que serão ocupadas por grupos artísticos para ensaios. O diretor geral do Cacem, Josimael Caldas, diz que “a reforma do Cacem significa um novo momento da formação cultural e teatral maranhense”. “O Cacem é um espaço para construção do conhecimento. É um espaço com condições para o aluno/ator se expressar de forma digna, com maior qualidade técnica. Nós só temos a agradecer o Governo do Estado por esse fortalecimento do teatro maranhense”, diz o diretor.

Josué Redentor é um dos atores maranhenses formados pelo Cacem que também comemorou a reforma, e afirma que o curso é quase 80% prático, os alunos passam maior parte do tempo dentro das salas de ensaio. “Quando me formei, há quase 10 anos, a estrutura era bem diferente. Tenho certeza que a nova leva de atores que passarão pelo Cacem serão beneficiados com a melhoria do prédio, das salas de ensaio e toda a estrutura oferecida pelo centro”, realçou.

História
Este ano o Cacem completou 20 anos de fundação e já formou mais de 160 atores no Curso Técnico em Arte Dramática com carga horária de 1.430 horas, sendo dividido em 5 semestres letivos, e conta com uma estrutura curricular de 21 disciplinas e mais um estágio supervisionado ministrado no próprio curso.


Texto: Rafael Arrais e Fabiana Akira
Fotos: Gilson Teixeira/Secap

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada Buriti

Pousada Buriti
Barreirinhas- Maranhão

Rádio Timbira

Intervenção no transito de São Luís

Yes

Posseidon Hotel Ltda

DUVEL

DUVEL
CALHAU AV. DOS HOLANDESES, QUADRA 29, Nº08, RETORNO DO CALHAU - CALHAU TELEFONE: (98) 2108-3000

Colégio Batista

Colégio Batista