Assembleia Legislativa

São João do Maranhão 2019

São João do Maranhão 2019
quinta-feira, 16 de agosto de 2018
SANTO AMARO – A região de Santo Amaro e Barreirinhas é conhecida pelos seus encantos naturais que atraem turistas todos os anos, principalmente, por conta do belo Parque dos Lençóis Maranhenses, que encanta viajantes de todas as partes do mundo. Diante disso, uma equipe de professores e alunos do projeto de extensão com interface na pesquisa “Turismo de base comunitária e desenvolvimento local: estratégias e desafios para o fortalecimento do município de Santo Amaro” realizaram, entre os dias 31 de julho e 4 de agosto, uma série de atividades nas seis comunidades da região além da sede do município.

O Projeto é promovido pelo Departamento de Turismo e Hotelaria da UFMA, com participação de professores do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) e da Universidade Federal do Pará (UFPA), e financiado pela Fapema. As atividades desempenhadas pelo grupo foram realizadas nas regiões de Setubal, Buritizal e Lavado, nas quais foram efetuados levantamentos preliminares sobre as atividades voltadas para o turismo, com foco na hospedagem, rede café, gastronomia regional e no entretenimento. Foi realizada, ainda, uma visita técnica ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Estímulo ao turismo comunitário local

A professora Mônica Araújo, coordenadora do projeto, informou que algumas regiões da cidade já desenvolvem o turismo comunitário, como Betânia, Travosa, Espigão e parte da sede do município. Como esse tipo de turismo já está implementado, o projeto visa contribuir para o trabalho já desenvolvido pelos moradores na recepção aos turistas. “Essas comunidades já desenvolvem um turismo comunitário, então nosso objetivo é organizar e prepará-las para receber os turistas, de modo mais sustentável. Além disso, queremos disseminar a questão da cooperação entre os comunitários empreendedores.”

A coordenadora destaca, ainda, que o projeto tem levado os próprios estudantes a realizar pesquisas de mercado em empreendimentos hoteleiros, na chamada rede café e nos demais estabelecimentos, visando traçar o perfil dos empreendedores e da sua atuação no mercado turístico da região.

Detalhamento das atividades desenvolvidas

Na comunidade de Travosa, foi realizada a oficina de “Modelagem de Negócios para o Turismo de Base Comunitária”, ministrada pelo pesquisador-colaborador do projeto e mestrando em Ecoturismo e Conservação da UniRIO, Fernando Campelo, com a participação de marisqueiras, cozinheiras e pequenos empreendedores que já desenvolvem a atividade do turismo, sobretudo, no setor de hospitalidade e gastronomia. Logo após, eles visitaram os domicílios comunitários que já dispõem de algum serviço de hospedagem e também conversaram com os moradores que pretendem empreender, com o objetivo de identificar as demandas e analisar a estrutura física das casas.  Houve, ainda, uma visita à Rota dos Pescadores, que sai da sede de Santo Amaro e passa por parte de um trecho de dunas e lagoas e pelo litoral até chegar a Travosa.

Na comunidade de Betânia, também foi realizada a oficina de modelagem, além de consultorias individuais e um passeio técnico pelo rio. O público-alvo foram os comunitários que possuem restaurantes e os barqueiros.

Fazem parte do projeto os alunos do curso de Turismo e Hotelaria da UFMA: Isaías Setúbal, Isaque Mendes, Kiara Diniz e Allana Monteiro.

Informação: Portal UFMA

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel