Assembleia Legislativa

São João do Maranhão 2019

sexta-feira, 15 de março de 2019

Que tal usar a borra do café para ajudar na tarefa de cuidar (adubar) plantas, flores e frutos? Para quem não sabe, o café é tão complexo e rico em propriedades, que não é só para a saúde humana que ele faz bem, mas para o seu jardim e sua horta também.

Baseado nisso, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) vai realizar no próximo dia 19, às 9h, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça (Avenida Carlos Cunha, Calhau), a apresentação do projeto Café Sustentável.

A iniciativa faz parte do programa Integrar, desenvolvido pelo MPMA, e será efetivado em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (Uema), com o objetivo de contribuir com a preservação do meio ambiente e a racionalização dos recursos públicos.

O projeto “Café Sustentável” tem a finalidade de promover, entre membros, servidores e terceirizados Ministério Público do Maranhão, a reutilização e compostagem da borra de café.

Ressaltando que a borra de café é um dos resíduos mais comuns, cerca de 14.000 xícaras de café são consumidas em todo o mundo a cada segundo, o que resulta em um total de 22 milhões de quilos de borra de café descartados todos os anos. Mas todo esse desperdício de matéria prima pode ser eliminado graças as novas tecnologias de reciclagem.

Com usos na fertilização do solo, na compostagem, na eliminação de resíduos, entre outras utilidades, a borra de café vem sendo objeto de pesquisas acadêmicas no Brasil e em outros países.

A borra do café é sem dúvidas um excelente fertilizante, é composta de nutrientes, rica em nitrogênio, carbono e matéria orgânica, que irão deixar o solo mais rico e nutrido, colaborando para o desenvolvimento das plantas.

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel