Assembleia Legislativa

São João do Maranhão 2019

sábado, 13 de abril de 2019
Universitários nacionais e internacionais pretendem contribuir com o desenvolvimento de políticas públicas nas comunidades.


Estudantes do projeto LAPASSION (Latin America Practices and Soft Skills for an Innovation Oriented Network) estiveram na Secretaria de Estado do Turismo (Setur) na tarde dessa sexta-feira (12) para conversar sobre os trabalhos de inovação na área do turismo que serão desenvolvidos para melhorar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) em São Luís e Santo Amaro. 

A iniciativa faz parte do programa Erasmus+ para intercâmbio de boas práticas que envolve parceiros de Portugal, Finlândia, Espanha, Brasil, Uruguai e Chile e tem o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) como instituição anfitriã.

O secretário da Setur, Catulé Junior, esteve presente no lançamento do programa ocorrido no final de março e ressaltou que ‘um dos aspectos dessa cooperação internacional é combater à extrema pobreza. E o turismo, como política geradora de renda e empregos, contribui com a economia local por isso temos focado na qualificação de pessoas e serviços turísticos. Em Santo Amaro, já fizemos 11 treinamentos com esse foco’ reforçou o gestor.

Santo Amaro faz parte do Polo turístico Lençóis que é um polo indutor de desenvolvimento e tem recebido uma atenção especial do Governo. O secretário adjunto do turismo, Hugo Paiva Veiga, explanou sobre ações e projetos que o turismo estadual vem realizando para fomentar a atividade local.


‘Os estudantes nos pediram um recorte do município de Santo Amaro e pudemos explanar como o turismo vem impactando positivamente a economia local. Destacamos as qualificações, a promoção turística e as políticas públicas ligadas à cadeia produtiva do Artesanato’ explicou o adjunto.

Criado pelo Governo do Estado, em dezembro de 2015, o Programa Artesanato do Maranhão tem a finalidade de fortalecer e fomentar o desenvolvimento do artesanato maranhense de forma integrada com o turismo, visando a melhoria das condições de vida do artesão e preservando os aspectos culturais e ambientais do Estado. 

‘O Programa trabalha com 3 principais eixos que é a identificação e cadastro de artesãos, capacitação e acesso a mercados. Em Santo Amaro já identificamos a produção, a origem do artesanato, categorizamos os trabalhos manuais no qual se destacam a produção de chapéus, vassouras e redes da palha da carnaúba’ explicou Viviane de Jesus, superintendente do artesanato no Maranhão, órgão ligado a SETUR.

Os alunos terão reunião com artesãos, no CEPRAMA, no final do mês de abril para contribuir com o desenvolvimento do artesanato regional.

As atividades do LAPASSION começaram com um grupo de 44 estudantes de diversos cursos de graduação do IFMA; além de outros Institutos Federais e universidades internacionais. Entre as problemáticas que eles buscam solucionar estão o desenvolvimento do turismo local, a potabilidade da água e o combate à violência contra a mulher.

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel