Assembleia Legislativa

segunda-feira, 30 de setembro de 2019
Projetos beneficiam novos e experientes nadadores


A natação maranhense tem dado grandes saltos nas piscinas e em águas abertas, graças aos projetos apoiados pela Lei de Incentivo do Governo do Estado e acolhidos por empresas como o Grupo Equatorial Energia/Cemar. Maratonas Aquáticas do Maranhão para o Mundo e Tóquio 2020, por exemplo, já beneficiaram diretamente mais de 300 pessoas, dentre elas, atletas de ponta - destaques nacional e internacional, além de crianças e adolescentes de escolas públicas de São Luís. A solenidade de lançamento desses dois projetos reuniu nadadores, pais, os apaixonados pela modalidade, imprensa e diversas autoridades que acreditam na concretização de sonhos.

A cerimônia foi aberta com uma exposição de objetos colecionados ao longo da carreira de Julia Nina, a maior nadadora de competição do estado. Foram expostos troféus, medalhas, uniformes de competição, uniformes de seleção, souvenirs de viagens, fotos dos eventos e a tocha olímpica Rio 2016, quando a nadadora participou do revezamento em São Luís.

Mais do que conquistas de troféus e medalhas, Julia e todos os envolvidos nos projetos socio-esportivos como Maratonas Aquáticas do Maranhão para o Mundo e Tóquio 2020 vivenciam uma perspectiva de vida melhor através do esporte, deixando um legado às futuras gerações, como bem frisou na solenidade Jeane Pires, representante da Cemar. “O legado nem é a medalha, pois a medalha é só uma consequência do trabalho e do esforço de cada atleta. O mais importante é a diferença que esses nadadores de elite fazem na vida de crianças e adolescentes que passam e passarão pelo projeto. Esse é o diferencial”. Ela ressaltou ainda a Lei de Incentivo, que direciona ao esporte parte dos recursos públicos advindos de impostos que beneficiam os próprios contribuintes. É graças à Lei de Incentivo que o Grupo Equatorial Energia/Cemar tem investido na natação e outras modalidades no Maranhão.


A cerimônia de lançamento dos projetos Maratonas Aquáticas do Maranhão para o Mundo e Tóquio 2020 aconteceu na escola Olinda Desterro, cujos alunos já participam das aulas de iniciação e outros já competem em eventos nacionais pela Escola Nina. “Nós sabemos que a educação se faz através do esporte. Uma porta se abre para muitos valores importantes na formação das nossas crianças. O governo municipal só tem que agradecer por essa oportunidade”, disse a professora Denise Cutrim.

A Escola São Camilo de Lellis também recebeu bolsas de iniciação à natação através do Tóquio 2020. “Nossa escola comunitária participa com enorme prazer desse e de outros projetos da Escola Nina desde 2005. Por isso queremos estender nossa gratidão aos pais, que junto conosco incentivam seus filhos a participar, crescer e ir além”, falou a professora Ana Lúcia.

Os atletas que já competem entre os melhores da natação nacional, Átila Brandão, Carol Hertel, Heitor Rayol, Júlia Nina e Thayara Cardoso foram só agradecimento ao Governo do Estado e ao Grupo Equatorial/Cemar por abraçarem os projetos e continuarem incentivando a natação do Maranhão. “Sonhamos sonhos possíveis de se realizar. Tanto que chegamos até aqui por acreditar nisso. Trabalhamos muito para mostrar que é possível chegar longe. Queremos ir além”, comentou Thayara Cardoso, a melhor atleta de natação de 2018.

MATERIAL DE TREINO – A solenidade do projeto Tóquio 2020 encerrou com a entrega de um kit contendo mochila, camiseta, roupa de treino (maiô para as meninas e sunga para os meninos), touca e toalha de banho aos atletas e alunos da escolinha.

Informação: Edvado Bigua

0 comentários:

Postar um comentário

Pousada do Buriti

Yes

Duvel